Economia Comissão Política Nacional do PSD aprova por unanimidade Luís Filipe Menezes para a Câmara do Porto

Comissão Política Nacional do PSD aprova por unanimidade Luís Filipe Menezes para a Câmara do Porto

O nome do actual presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes, foi hoje aprovado por unanimidade pela comissão política nacional do PSD como candidato à Câmara do Porto para as eleições autárquicas de 2013.
Lusa 20 de novembro de 2012 às 19:27
Segundo comunicado enviado pelo presidente da comissão política do PSD da Cidade do Porto, Ricardo Almeida, o nome de Luís Filipe Menezes foi aprovado hoje por unanimidade pela comissão política nacional social-democrata.

"O processo iniciado pelo PSD Cidade do Porto no passado dia 12 de Setembro culminou hoje com a aceitação do nome proposto por parte dos órgãos nacionais", pode ler-se no mesmo comunicado.

O PSD/Porto regista ainda que "depois da decisão e discussão alargada e intensa com os militantes desta concelhia (inédita no Porto), Luís Filipe Menezes é também a partir de hoje o candidato da Comissão Política Nacional".

"Esta decisão do PSD confirma o acerto na opção feita pelos militantes do PSD e pela Comissão Política do PSD Cidade do Porto nesta escolha", considera.

O PSD/Porto considera assim que "termina hoje a primeira fase de todo um processo eleitoral", que estão convictos que "culminará com a vitória nas eleições em Outubro de 2013".

"O PSD Cidade do Porto congratula ainda Luís Filipe Menezes por ter sido o primeiro candidato a ser aprovado por unanimidade nos três órgãos do partido (Concelhia, Distrital e Nacional)", pode ainda ler-se.

A 4 de Novembro, a Comissão Política Alargada da Distrital do PSD/Porto aprovou, por unanimidade, o nome de Luís Filipe Menezes como candidato à Câmara do Porto nas eleições autárquicas de 2013.

Dias antes, Menezes tinha sido escolhido, também por unanimidade, pela comissão política concelhia do PSD/Porto.

O presidente da Câmara de Gaia e ex-líder do PSD Luís Filipe Menezes anunciou em Setembro a candidatura à Câmara do Porto, tendo adiantado então que já tinha falado com o presidente do PSD e com o presidente da concelhia.


A sua opinião32
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
VcostaS 21.11.2012

Como parece ser óbvio, vamos vê-los todos a "estatelarem-se", uma vez que está mais do que claro que o Dr. Filipe Menezes está impedido por lei de se candidatar às funções de presidente de Câmara noutro munícípio. De facto, o nº. 2 do artº.1º da Lei 46/2005, o qual complementa o nº. 1 do mesmo artigo, é bem explícito e reza o seguinte:
"2- O presente de câmara municipal e o presidente de junta de freguesia, depois de concluídos os mandatos referidos no número anterior, não podem assumir aquelas funções durante o quadriénio imediatamente subsequente ao último mandato consecutivo permitido".

A lei diz que não pode assumir "aquelas funções", ora aquelas funções são as funções de presidente de câmara, seja lá em que câmara for. Só não vê quem não quer.

Os impostos que vamos pagar indicam JUÌZO na vota 21.11.2012

O que dá vontade é ignorar eleições mas ao olhar para critérios de partidos na apresentação de candidatos , temos mesmo de ir votar senão continuam a dizer que portugueses viveram acima de possibilidades !
Mais do que um dever cívico é um dever moral para a nossa vida tentar preservar a boa gestão dos nossos impostos !
Ninguém que fique em casa pode criticar eleições da Madeira ! Até a Madeira está a mudar ! Devolvam as nossas vidas não queremos a TROIKA ? Nem candidatos sem formação matemática e gestão muito menos de lusófonas !

Anónimo 21.11.2012

Nós somos os culpados. Estes individuos contraem dividas e nos votamos neles!!! VIREMOS TODOS À ESQUERDA PARA O PODER LOCAR

Boicotar os comicios dos aldrabões para as autarquicas torna-se urgente. P poder locar manda mais que a assembleia de corruptos portante preparem-se mesmo para a guerra. Essa começa das proximas eleições autarquicas

Ler mais é preciso 21.11.2012

que ficou indignado com esta decisão do PSD, sugiro a leitura do seguinte texto: http://economicofinanceiro.blogspot.pt/2012/11/o-meneses-nao-se-vai-poder-candidatar.html.
Realmente, os partidos políticos estão tomados de assalto por um conjunto de pessoas de extremo baixo nível. Para se conseguir resolver isso, é necessário que o resto das pessoas aumente o seus conhecimentos, somente assim poderemos resgatar Portugal do limbo a que estas pessoas o conduziram.

ver mais comentários
pub
pub
pub
}
pub