Zona Euro Como a Frente Nacional francesa quer "desmantelar" a Zona Euro

Como a Frente Nacional francesa quer "desmantelar" a Zona Euro

Jean Messiah, responsável da Frente Nacional, revelou algumas das medidas que constam do programa que Le Pen vai apresentar no fim-de-semana. Mais do que tirar França da região da moeda única, o partido quer "desmantelar" a Zona Euro.
Como a Frente Nacional francesa quer "desmantelar" a Zona Euro
Rita Faria 31 de janeiro de 2017 às 14:04

Marine Le Pen, líder do partido francês de extrema-direita, Frente Nacional, prepara-se para apresentar no próximo fim-de-semana, em Lyon, o seu programa eleitoral, que confirma a intenção da candidata de retirar o país da Zona Euro.

 

O "Frexit" está no centro do guião do partido, que conta ainda com medidas como intervenções no mercado cambial e a imposição de tarifas sobre as importações, segundo avançou um responsável da Frente Nacional à Reuters.


Um pilar central do programa eleitoral de Le Pen é acabar com a dependência de França do financiamento no mercado, passando o Estado a financiar-se junto do banco central do país.

 

"O programa da Frente Nacional prevê explicitamente o restabelecimento da possibilidade de o Estado francês se refinanciar junto do Banco de França", afirmou Jean Messiha, que coordena a elaboração da plataforma eleitoral da candidata francesa.

 

O partido considera que "ao quebrar o monopólio do mercado financeiro, isso automaticamente reduzirá" os custos de financiamento. "A única forma de a economia francesa se adaptar ao modo como a economia global está a evoluir é recuperando a sua soberania monetária e orçamental", acrescentou o responsável.

 

Além de exigir uma extensa revisão das leis francesas, a implementação das medidas propostas exigiria não só que Le Pen vencesse as eleições presidenciais como também que a Frente Nacional ganhasse as legislativas de Junho.

 

Segundo esclareceu o alto responsável do partido à Reuters, mais do que retirar França da Zona Euro, a intenção da Frente Nacional passa por "desmantelar" a região da moeda única. "O nosso cenário preferido seria acordar, conjuntamente, o desmantelamento da Zona Euro", referiu Messiha.

 

Se esse plano não vingar, um governo da Frente Nacional procuraria uma saída unilateral da região da moeda única, submetendo essa decisão ao povo francês num referendo, à semelhança do que foi feito em Junho do ano passado, no Reino Unido.

 

Para reconstruir a base industrial de França, o partido pretende criar uma espécie de imposto sobre as importações e forças as retalhistas a terem nas prateleiras uma determinada percentagem de produtos franceses, dependendo da quantidade de cada produto que pode "realisticamente" ser produzido a nível local, segundo explicou Messiah.

 

As sondagens mostram que Marine Le Pen deverá conseguir disputar a segunda volta das presidenciais francesas em Maio, que deverá, porém, dar a vitória a Francois Fillon ou Emmanuel Macron.


A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 31.01.2017

Não deve ir por aí. Mude este modelo de globalização para não permitir que a Europa empobreça à conta da Ásia. Deve haver regras, não importar mais do que exportar. Deve haver bom censo nas trocas comerciais.

Dono dos Burros 31.01.2017

Rita Faria, devias aprender a escrever. Desde quando alguém que defende o seu país é de extrema-direita? Ser nacionalista, querer a independência nacional, querer que haja trabalho e que não sejamos arrastados a guerras que nada nos dizem, é ser radical? Eu sei. A moda da tua geração é ajoelhar...

borlas 31.01.2017

esta sra bem quer desmantelar a zona euro e a Europa, mas gosta de se alimentar à sua, nossa custa: http://www.lexpress.fr/actualite/politique/assistants-parlementaires-marine-le-pen-doit-rembourser-l-ue-avant-minuit_1874490.html - a direita dura francesa anda muito gulosa: http://www.lexpress.fr/actualite/politique/elections/penelopegate-le-resume-de-l-affaire-qui-empoisonne-francois-fillon_1874281.html

Anónimo 31.01.2017

Ora aí está uma coisa com que eu concordo a 100%. Ou regressam às moedas nacionais ou emitem eurobonds. Assim isto não é nada.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub