Turismo & Lazer Como está a Europa a lidar com o alojamento local

Como está a Europa a lidar com o alojamento local

O alojamento de curta duração, por contraposição à habitação permanente, tem vindo a crescer cada vez mais por toda a Europa, sobretudo nos países mais turísticos. O Negócios, com a ajuda dos juristas da CMS Rui Pena & Arnaut, foi ver quais as medidas que têm sido tomadas para regular este fenómeno.




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado surpreso 19.08.2017

Não pode haver uma medida universal "one size fits all".É preciso atender à realidade social e à história local.A experiência dos outros serve de orientação para regras e exigências-O ALOJAMENTO LOCAL NÃO É HABITAÇÃO.É COMÉRCIO ,METIDO DENTRO DA HABITAÇÃO

comentários mais recentes
Francisco Moreira da Silva(mediação de seguros) 21.08.2017

Conheça já o novo seguro especializado para Alojamento Local. Proteja os seus bens e assegure a sua responsabilidade através de uma solução especializada!
Informações e subscrições:
Francisco Moreira da Silva(mediação de seguros)
e-mail: vaiseguro.seguros@gmail.com

Roberto 21.08.2017

Se uma fração autónoma for para habitação, não é para turismo, garagem, arrecadação ou outra finalidade qualquer. Para o turismo existem outras infraestruturas devidamente licenciadas para esse finalidade (hotéis, pensões e residenciais).

Porto, 19.08.2017

Sugestão: Já que este assunto é pertinente, porque não artigos sobre " Turismo sustentável"?
"Na vida, nós devemos ter raízes, e não âncoras. A raiz alimenta, a âncora imobiliza."Mario Sergio Cortella

General Ciresp 19.08.2017

Sabemos que ha muita de idade avancada a viver sozinha.Sabemos que ha muitos estudantes que tem dificuldade em pagar o alojamente durante o tempo de aulas.NAo estara aqui um casamento possivel?Quando uma mao lava a outra,fica-se com ambas limpas.

ver mais comentários
pub