Economia Comprar prédios com dinheiro vivo? O Fisco vai ser avisado

Comprar prédios com dinheiro vivo? O Fisco vai ser avisado

Construtores, promotores, vendedores e intermediários estão obrigados a informar periodicamente o IMPIC sobre os negócios em que estiveram envolvidos bem como o meio de pagamento usado. Daqui em diante, esta informação vai também servir para o regulador do sector imobiliário alertar o Fisco sobre as violações que ocorram ao nível dos limites à utilização de numerário, como lhe explica Elisabete Miranda, redactora principal no Negócios.
A carregar o vídeo ...
Negócios 07 de novembro de 2017 às 17:06



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
O fisco transformou-se em confisco!!!! Há 1 semana

Quando se recebe o vencimento esse dinheiro já pagou IRS um absurdo, se se comprar um imóvel de 200 mil euros paga-se só de IMT uma soma enorme mais o imposto de selo e ainda a escritura! O Fisco ávido de impostos carrega demais. Os compradores e os vendedores entram em acordo e pagam em numerário!

Bernardo Há 1 semana

O fisco mete nojo por algum motivo: impostos aqui são doação. Temos a ideia que pagamos muito mais do que recebemos porque temos de sustentar uma gigantesca teia de chulos e ladrões. A política devia ser amadora. Ninguém que trabalha precisa de políticos para viver.

Saber mais e Alertas
pub