Conjuntura Confiança aumenta na Zona Euro

Confiança aumenta na Zona Euro

A expectativa em torno do Banco Central Europeu levou a uma melhoria do clima de confiança entre os empresários e consumidores da Zona Euro.
Confiança aumenta na Zona Euro
Bruno Simão
Negócios 29 de Novembro de 2016 às 10:23

O índice de clima económico, que agrega o sentimento de confiança dos empresários e consumidores da Zona Euro, aumentou para 106,5 pontos, em Novembro, depois de em Outubro este indicador ter-se situado nos 106,4 pontos, revelou esta terça-feira, 29 de Novembro, a Comissão Europeia, citada pela Bloomberg.

 

Apesar das melhorias, a estimativa dos economistas consultados pela agência de informação americana apontava para uma média de 106,8 pontos.

 

A Bloomberg realça que a melhoria da confiança das famílias e das empresas resulta da expectativa em torno do Banco Central Europeu (BCE) e da política monetária, com o mercado a acreditar que a autoridade monetária vai prolongar o programa de compra de dívida.

 

A próxima reunião do BCE está agendada para 8 de Dezembro. Será aí que serão dadas indicações sobre o futuro da política monetária na Zona Euro, quatro dias depois do referendo em Itália, cujo resultado poderá ditar políticas diferentes.

Em Portugal, o INE revelou que a confiança dos consumidores aumentou nos dois últimos meses. Mas o indicador de clima económico, que traduz essencialmente as expectativas dos empresários, diminuiu, sobretudo por causa das expectativas na construção, comércio e serviços.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub