Zona Euro Confiança dos investidores alemães cai em Junho

Confiança dos investidores alemães cai em Junho

O índice ZEW, que mede a confiança dos investidores e analistas, desceu este mês, quando os economistas antecipavam uma melhoria.
Confiança dos investidores alemães cai em Junho
Reuters
Rita Faria 13 de junho de 2017 às 10:32

A confiança dos investidores alemães caiu em Junho, contrariando as projecções dos analistas, que apontavam para uma melhoria do sentimento em relação à economia.

O índice ZEW, que mede as expectativas de investidores e analistas e que pretende antecipar desenvolvimentos económicos com seis meses de antecedência, desceu de 20,6 pontos, em Maio, para 18,6 pontos em Junho. Os economistas consultados pela Bloomberg apontavam para uma subida para os 21,7 pontos.

"As perspectivas para a economia alemã continuam favoráveis", afirma Achim Wambach, presidente do ZEW Center for European Economic Research, num comunicado citado pela agência noticiosa.

Por outro lado, o índice que mede as condições actuais cresceu de 83,9 pontos em Maio para 88 pontos em Junho, o nível mais elevado desde Julho de 2011.

Os dados são conhecidos dias depois de o banco central da Alemanha se ter mostrado mais optimista no que respeita às estimativas de crescimento do PIB até 2019 e ter revisto em baixa as projecções para a inflação.

 

O Bundesbank melhorou as estimativas de crescimento de 1,8% para 1,9%, este ano, de 1,6% para 1,7% em 2018 e de 1,5% para 1,6% em 2019.

 

"Graças à situação muito saudável do mercado de trabalho, o consumo privado, juntamente com os gastos do governo e o investimento em habitação, assegurará um ritmo de crescimento contínuo e sólido", afirmou o presidente do Bundesbank, Jens Weidmann, citado pela Bloomberg. "Esses factores combinar-se-ão para produzir o cenário de uma recuperação económica abrangente e bastante rápida".

 

Pelo contrário, o banco central reviu em baixa as projecções para a inflação de 1,7% para 1,4% em 2018 e de 1,9% para 1,8% no ano seguinte. Para este ano, o Bundesbank espera uma taxa de inflação de 1,5%.

 

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub