Zona Euro Confiança económica na Zona Euro sobe para máximos de quase um ano

Confiança económica na Zona Euro sobe para máximos de quase um ano

O índice que mede a confiança dos empresários e consumidores atingiu, este mês, o valor mais elevado desde Dezembro, depois do período de turbulência que marcou o referendo sobre o Brexit.
Confiança económica na Zona Euro sobe para máximos de quase um ano
Bloomberg
Rita Faria 28 de Outubro de 2016 às 10:49

A confiança económica na Zona Euro subiu, em Outubro, para o valor mais alto em dez meses, depois do período de incerteza em torno do Brexit.

Segundo os dados revelados pela Comissão Europeia esta sexta-feira, 28 de Outubro, o índice que mede o sentimento dos empresários e dos consumidores aumentou de 104,9 pontos, em Setembro, para 106,3 pontos este mês.

É a leitura mais elevada desde Dezembro do ano passado, acima das estimativas dos analistas consultados Bloomberg, que esperavam que o índice permanecesse inalterado.

Os dados surgem depois de ter sido revelado, esta manhã, que duas das maiores economias da região da moeda única cresceram menos do que era esperado.

Espanha cresceu 0,7% no terceiro trimestre, o que representa um ligeiro abrandamento face à evolução do PIB nos três meses anteriores.

Já a economia francesa regressou ao crescimento, mas ainda assim abaixo do que era estimado pelos analistas.

O fraco crescimento e a inflação baixa na Zona Euro continuam a colocar pressão sobre o Banco Central Europeu (BCE) para manter a política monetária acomodatícia e o programa de estímulos à economia, que não sofreu qualquer alteração na última reunião mensal da autoridade monetária. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub