Américas Congressista republicano elogia cooperação entre Portugal e EUA no âmbito da NATO

Congressista republicano elogia cooperação entre Portugal e EUA no âmbito da NATO

O congressista norte-americano Steve Scalise (republicano) elogiou a cooperação entre Portugal e os Estados Unidos no âmbito da NATO para combater o terrorismo, mas sem adiantar qual será a estratégia para a base das Lajes, nos Açores.
Congressista republicano elogia cooperação entre Portugal e EUA no âmbito da NATO
Reuters
Lusa 11 de abril de 2017 às 14:20

O membro do Congresso norte-americano, Steve Scalise (na foto) elogiou o facto de Portugal "continuar a trabalhar com os EUA, através da NATO, para combater o terrorismo no mundo", no final de uma audiência com o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, esta terça-feira, 11 de Abril.

Questionado pelos jornalistas sobre a posição sobre a base militar norte-americana das Lajes, nos Açores, Steve Scalise remeteu a decisão para o novo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.


"Temos de ver o que a administração Trump define em termos de política de longo prazo. Mas Trump tem sido muito claro que quer trabalhar com os nossos parceiros para combater o terrorismo, de forma a proteger a América, que obviamente tem sido atacada, mas também tem acontecido na Europa", afirmou.


O presidente, acrescentou, "tem sido muito firme e não vai tolerar terrorismo".


Steve Scalise lidera uma comitiva de nove congressistas dos EUA - sete republicanos e dois democratas -, que está a realizar uma visita de três dias a Portugal.


Na recepção à delegação do Congresso norte-americano, Ferro Rodrigues destacou a questão das Lajes, recordando uma resolução do parlamento português de Março de 2015.


"Estamos particularmente preocupados com o impacto potencial nos recursos humanos e na infra-estrutura" da decisão de reduzir o contingente militar norte-americano na base na ilha Terceira, sublinhou o presidente da Assembleia da República.

"Desejamos o melhor acordo possível", mencionou.

Ferro Rodrigues referiu que os Estados Unidos e Portugal "estão ligados por uma amizade de 200 anos".

"As nossas relações bilaterais são bastante próximas e amigáveis. Os EUA continuam a ser o nosso principal aliado estratégico", destacou, salientando que a NATO e a ligação transatlântica "estão no centro da política externa portuguesa, na área da defesa".

Além disso, os EUA estão entre "os principais parceiros comerciais" de Portugal, disse o presidente da Assembleia da República, que acrescentou que "o crescimento económico regressou", depois de um período de crise.

Por seu turno, Steve Scalise transmitiu "o forte apoio à relação entre os Estados Unidos e Portugal".

 

"O vice-presidente [norte-americano] Mike Pence, em nome do Presidente Trump, pediu-me para transmitir o forte compromisso do Presidente com a nossa relação com Portugal e a nossa forte relação com a NATO", relatou.

"Com tantos problemas no mundo, temos um forte aliado como Portugal que continua a trabalhar connosco para manter os nossos dois países seguros, mas também a olhar pelo mundo", destacou o congressista.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 11.04.2017

Para tantos elogios, imagino a quantidade de informações sobre cidadãos nacionais que o nosso governo deverá ceder aos USA (entenda-se CIA, FBI, NSA)...

pub
pub
pub
pub