Conjuntura Consumo cai pelo terceiro mês no Reino Unido

Consumo cai pelo terceiro mês no Reino Unido

As despesas com a casa, alimentação e o transporte estiveram entre as mais afectadas na retracção do consumo revelada pelos britânicos. A subida do preço das casas também continua a travar.
Consumo cai pelo terceiro mês no Reino Unido
Bloomberg
Paulo Zacarias Gomes 07 de agosto de 2017 às 13:30
Os britânicos voltaram a gastar menos, pelo terceiro mês consecutivo, em despesas de consumo, a reflectir o aumento da inflação a um nível superior ao dos salários, um ano depois de os eleitores terem decidido a saída do Reino Unido da União Europeia.

De acordo com dados de um estudo da IHS Markit e da Visa, citado pelo Financial Times, os gastos dos consumidores no mês passado caíram 0,8% em termos homólogos, com as despesas com a casa, alimentação e transporte entre as mais afectadas.

A contribuir para um cenário cinzento na economia britânica está ainda o abrandamento na subida dos preços das casas, que avançaram 2,1% no trimestre terminado em Julho, no ritmo mais baixo em mais de quatro anos.

A depreciação da libra em mais de 10% desde a decisão do Brexit teve ainda impacto num reforço do turismo interno, levando os britânicos a não saírem do território em férias: os gastos em hotéis, restaurantes e bases aumentaram 6%.

Uma descida de despesas que não se reflectiu contudo em Portugal: até Maio deste ano (dados disponíveis do Banco de Portugal) os turistas britânicos - principal mercado emissor - deixaram no país 808,7 milhões de euros em receitas turísticas, contra 702,6 milhões um ano antes, 15% mais. No mesmo período, as dormidas aumentaram de 2,96 milhões para 3,13 milhões.

Na semana passada o Banco de Inglaterra reviu em baixa as perspectivas de evolução económica e dos salários no Reino Unido, reconhecendo que tanto os cidadãos como as empresas enfrentam incertezas devido ao processo de desvinculação da União Europeia.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Oh! Theresa Há 1 semana

Hey, UK! What is going on? If your people is spending less, we can rent, lend or even send you, free of charge, our dearest miracle makers coast & cent. They may not solve your troubles but if they go, ours will, for sure be solved. So, please take and keep them. We will be thankful for ever.

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub