Conjuntura Consumo per capita em Portugal está 18% abaixo da média da UE

Consumo per capita em Portugal está 18% abaixo da média da UE

O nível de consumo em Portugal aproximou-se ligeiramente da média da União Europeia.
Consumo per capita em Portugal está 18% abaixo da média da UE
Nuno Carregueiro 13 de dezembro de 2016 às 11:18

Segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat, em Portugal, o nível de consumo "per capita" (isto é, por pessoa), situou-se em 2015 nos 82% da média da União Europeia – isto é, consome-se menos 18% do que na média dos parceiros da União.

 

Trata-se de uma ligeira recuperação face aos dois anos anteriores, em que que o consumo "per capita" se situou 19% abaixo da média. Apesar da ligeira subida, Portugal foi superado no "ranking" pela Lituânia, que passou de 21% abaixo da média em 2013 para 17% abaixo da média em 2015.

 

Portugal persiste com níveis de consumo inferiores a países como a Espanha (12% abaixo da média), Chipre (10% abaixo da média) e Irlanda (4% abaixo da média da UE). E acima de países como a Malta (20 abaixo da média da UE) e Republica Checa (22% abaixo da média da UE).

 

A liderar do "ranking" está o Luxemburgo (37% acima da média da UE), surgindo depois a Alemanha (23%) e a Áustria (19%). No fundo da tabela surge a Bulgária, a Croácia e a Roménia, todos com um consumo mais de 40% abaixo da média.

 

Este indicador do consumo inclui os bens comprados pelas famílias mas também os disponibilizados pelo Estado, como a Saúde e a Educação, e acompanha o nível de rendimento "per capita" – Portugal, criando menos riqueza, também consome menos.

 

O indicador usado pelo Eurostat para medir o consumo "per capita" leva em conta o nível global de consumo nos países, independentemente de quem o financia (famílias ou Estado) e de quem consome (famílias, Estado, organizações). 

 

Ao nível do PIB "per capita", Portugal situa-se 23% abaixo da média da UE, estável face ao registado em 2014 e 2013.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 13.12.2016

Os portugueses recebem menos 50% de salário e só consomem menos 18% dos mais ricos, portanto parece-me que os portugueses andam a consumir demais ... por alguma razão o país está falido.

pub