Economia Controlo biométrico passa a ser obrigatório para todos os trabalhadores no SNS

Controlo biométrico passa a ser obrigatório para todos os trabalhadores no SNS

Todos os profissionais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) passam a ser obrigados, a partir de segunda-feira, 1 de Janeiro, a usar um sistema de registo biométrico de assiduidade, independentemente do tipo de contrato de trabalho.
Controlo biométrico passa a ser obrigatório para todos os trabalhadores no SNS
Ricardo Castro/Negócios
Lusa 31 de dezembro de 2017 às 10:25

O sistema de registo biométrico que passa a ser obrigatório para todos no Serviço Nacional de Saúde (SNS), a partir de 1 de Janeiro, deve permitir apurar o número de horas de trabalho por dia ou por semana e deve estar preparado para permitir o registo de todo o trabalho desenvolvido, incluindo o extraordinário ou suplementar.

 

Segundo o despacho do Governo publicado em Outubro, "o conhecimento em tempo real das competências e perfil dos recursos humanos escalados no SNS, em cada momento, pode permitir nova abordagem na gestão, por exemplo, das urgências metropolitanas do Porto e Lisboa".

 

Todos os serviços e estabelecimentos de saúde do SNS devem ter desenvolvido o trabalho necessário para que, no dia 1 de Janeiro de 2018, estejam aptos a transmitir a informação registada no sistema biométrico para o sistema de recursos humanos e vencimentos.

 

Já a partir do dia 1 de Abril de 2018, deve ser integrada no sistema de recursos humanos e vencimentos a identificação dos trabalhadores de serviço em cada dia e horário, em serviço de urgência e em actividades programadas, usualmente designadas por escalas.




Saber mais e Alertas
pub