Mundo Coreia do Norte diz que vai lançar mais satélites apesar da pressão internacional

Coreia do Norte diz que vai lançar mais satélites apesar da pressão internacional

A Coreia do Norte garantiu hoje que vai lançar mais satélites, apesar da pressão internacional, com o objectivo de contribuir para o desenvolvimento económico em virtude do "direito de explorar o Espaço" como nação soberana.
Coreia do Norte diz que vai lançar mais satélites apesar da pressão internacional
KCNA
Lusa 30 de outubro de 2017 às 08:33

Pyongyang considerou que "promover o desenvolvimento económico através do desenvolvimento espacial" tem-se transformado "numa tendência internacional", pelo que, à luz do plano quinquenal sobre a matéria, irá proceder ao lançamento de mais satélites, incluindo um geoestacionário, de acordo com um artigo publicado pelo jornal oficial Rodong Sinmun.

O regime norte-coreano acusou Washington de obstaculizar tanto o seu programa espacial como o de países em vias de desenvolvimento, por via da imposição de "condições irracionais para impedir que concretizem as suas ambições" espaciais.

"Manipular as resoluções de sanções da ONU e impedir o desenvolvimento espacial de um Estado soberano legítimo constituem um ato inaceitável e uma violação dos seus direitos ao desenvolvimento", referiu o mesmo texto citado pela agência de notícias espanhola Efe.

A Coreia do Norte defende que "não há limites no universo infinito, como aqueles que existem nas massas de terra e nos mares" e que "o direito a explorar o universo está [nas mãos] dos países".

O hermético país asiático colocou em órbita dois satélites, o Kwangmyongsong-1 (Estrela Brilhante-1, nome que faz referência ao falecido Kim Jong-il, pai do atual líder) em agosto de 1998. Em fevereiro de 2016, lançou o Kwangmyongsong-4.

Enquanto Pyongyang reivindica o direito ao desenvolvimento espacial com fins pacíficos, a maioria da comunidade internacional vê neste tipo de lançamentos um teste encoberto e ilegal de mísseis de longo alcance, dado que a tecnologia dos seus foguetões é idêntica à dos mísseis balísticos intercontinentais.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
AQR Capital Management, LLC = FOSUN Há 2 semanas


VOÇÊS ACORDEM não SEJAM BURROS TODA A VIDA isto da : AQR Capital Management, LLC é para INGLÊS ver não sejam BURROS o MILENIUM BCP VAI DAR UM SALTO muito em BREVE até aos 0.50 ACORDEM eles QUEREM a TOTALIDADE do BCP

FOSUN : OPA NO MILENIUM BCP Há 2 semanas


OS CHINESES DA FOSUN ESTÃO A ULTIMAR O lANÇAMENTO DE UMA OPA AO MILENIUM BCP A 0.50 por AÇÃO até ao FINAL DESTE ANO eles são CHINESES não andam sempre a dormir como os portugueses

Anónimo Há 2 semanas

Morrem milhares todos os anos de fome
campos de concentração com outros/as milhares que sofrem tanto ou mais que os presos nazis.
E os bandalhos KIM, em tempos alimentados por URSS E CHINA, ainda gastam mais em armas.
PCP e outros ""progressistas""" tiram a máscara a defender este assassino

O DITADOR, não desiste Há 2 semanas

Esta bandido não desiste , de provocar o mundo,

Saber mais e Alertas
pub