Defesa Coreia do Norte lança vários mísseis balísticos

Coreia do Norte lança vários mísseis balísticos

Pyongyang lançou esta noite quatro mísseis anti-navio, avançaram fontes militares de Seul. O Japão também confirmou a informação.
Coreia do Norte lança vários mísseis balísticos
Negócios 08 de junho de 2017 às 00:28

O Estado-Maior da Coreia do Sul indicou que a Coreia do Norte lançou quatro mísseis anti-navio na quinta-feira de madrugada (ainda quarta-feira à noite em Portugal Continental), a partir da cidade costeira de Wonsan, no norte do país.

 

Segundo a mesma fonte, citada pelo The Guardian, os projécteis percorreram cerca de 200 quilómetros. O Japão confirmou a informação.

 

Estes lançamentos ocorrem menos de uma semana depois de o Conselho de Segurança das Nações Unidas ter anunciado novas sanções contra Pyongyang por manter o seu programa balístico e nuclear.

Sob o comando do "grande líder" norte-coreano, Kim Jong-un, o país tem vindo a realizar testes com mísseis a um ritmo sem precedentes.

 

Com os testes desta madrugada, são já quatro os ensaios com mísseis balísticos por parte da Coreia do Norte desde que o presidente Moon-Jae-in foi empossado, a 10 de Maio último. Desde o início do ano, foi o 13º ensaio. 

Moon-Jae-in já foi informado sobre estes últimos lançamentos, segundo fontes militares citadas pelo The Guardian.

 


(notícia actualizada à 01:05 de 8 de Junho)




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 08.06.2017

Eu acho piada é acharmos que os nossos media ocidentais dizem a verdade quando dão noticias . Isto é recorrente , ora são as nações unidas ora é a "comunidade internacional " . Rússia e China têm direito de veto nas nações unidas , China não vota contra a Coreia do Norte , logo fake news.

pub