Política Costa abre debate quinzenal com intervenção sobre políticas sociais

Costa abre debate quinzenal com intervenção sobre políticas sociais

"Políticas sociais" foi o tema escolhido pelo primeiro-ministro, António Costa, para abrir o debate quinzenal de hoje no parlamento, o primeiro desde a venda do Novo Banco.
Costa abre debate quinzenal com intervenção sobre políticas sociais
Bruno Simão/Negócios
Lusa 12 de abril de 2017 às 07:15
Além da venda do Novo Banco à Lone Star, os partidos deverão ainda confrontar o primeiro-ministro com outros temas, tendo o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa já prometido voltar a questionar António Costa sobre as reformas de pessoas com 40 anos ou mais de descontos.

Este será o primeiro debate quinzenal desde a venda do Novo Banco, anunciada no dia 31 de Março.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, já respondeu sobre a matéria em plenário da Assembleia da República, num debate de actualidade no dia 5 de Abril, quando foi confrontado com críticas dos partidos da oposição, mas também dos partidos que apoiam o Governo.

O PSD tem insistido em desafiar o Governo a esclarecer as dúvidas que considera persistirem sobre o negócio. BE e PCP têm, por seu turno, insistido na ideia da nacionalização daquele banco.

O último debate quinzenal decorreu a 22 de Março e foi dominado pela Caixa Geral de Depósitos e também pelo consenso em torno da condenação de todos os partidos às declarações do presidente do Eurogrupo, o ministro holandês das Finanças, Joeren Dijsselbloem, que, numa entrevista, criticou os países do sul que gastam o dinheiro em "mulheres e álcool" e depois pedem ajuda.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub