Defesa Costa convoca reunião sobre segurança em instalações militares  

Costa convoca reunião sobre segurança em instalações militares  

O primeiro-ministro convocou para terça-feira uma reunião sobre segurança em instalações militares com o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas e com os chefes dos três ramos militares, Exército, Marinha e Força Aérea.
Costa convoca reunião sobre segurança em instalações militares  
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 10 de julho de 2017 às 16:22

Segundo fonte oficial do Governo, na reunião, que foi agendada para as 17:00 na residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, estará também presente o ministro da Defesa, Azeredo Lopes.

 

Em São Bento estarão o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, general Artur Pina Monteiro, o chefe do Estado Maior do Exército, general Rovisco Duarte, o chefe de Estado-Maior da Força Aérea, general Manuel Teixeira Rolo, e o chefe de Estado-Maior da Armada, almirante Silva Ribeiro.

 

Granadas de mão, granadas anticarro e explosivos estavam entre o material de guerra furtado dos Paióis Nacionais de Tancos, Vila Nova da Barquinha, Santarém, anunciou o Exército no dia 29 de Junho.

 

A Procuradoria-Geral da República anunciou na terça-feira passada que abriu um inquérito ao caso, por suspeitas da prática dos crimes de associação criminosa, tráfico de armas internacional e terrorismo internacional.

 

No Exército decorrem averiguações internas e o ministro da Defesa Nacional, que afirmou desconhecer problemas de insegurança naquela base militar, determinou uma inspecção extraordinária às condições de segurança dos paióis.

 

Na sequência deste caso, o Presidente da República exigiu o apuramento total dos factos ocorridos e o CDS-PP pediu a demissão do ministro Azeredo Lopes.

 




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
LNG 10.07.2017

Bora Costa pá, recupera o arsenal

Anónimo 10.07.2017

A chave no futuro será: menos, melhores e mais eficazes.

Jaques 10.07.2017

É a altura certa para se fazer grandes reformas no exército. Entregando diversas instalações para as câmaras municipais. Instalações que com o tempo vão ficar degradadas. Para que isso aconteça a direita deve colaborar e não lançar farpas.

Dr. COSTA, TEM DE FAZER ALGUMA COISA, NESTE CAMPO 10.07.2017

Portugal, como todos sabemos, tem umas forças armadas mínimas, q não justificam, de todo, o escandaloso número de generais, almirantes e oficiais generais q tem, cujos vencimentos são altíssimos e suportados pelo bolso de todos nós, contribuintes.
Nenhum povo gosta de ser chulado, como é o caso

ver mais comentários
pub