Economia Costa considera que redução do desemprego é "passo positivo" mas é preciso "baixar mais"

Costa considera que redução do desemprego é "passo positivo" mas é preciso "baixar mais"

O primeiro-ministro, António Costa, considerou hoje que a revisão em baixa da taxa de desemprego registada em Novembro é "mais um passo positivo" e reforça a necessidade de "continuar as boas políticas" para "baixar mais".
Costa considera que redução do desemprego é "passo positivo" mas é preciso "baixar mais"
Lusa
Lusa 30 de janeiro de 2018 às 14:30

"É mais um passo positivo e isso significa que temos de dar continuidade às boas políticas que temos seguido e que nos têm permitido ter bom crescimento económico, mais investimento e mais exportações e uma forte redução do desemprego", disse.

 

O primeiro-ministro falava aos jornalistas à margem de uma visita ao restaurante de cozinha síria Mezze, no mercado de Arroios, Lisboa, onde almoçou hoje a convite da associação fundadora do projecto, Associação Pão a Pão, para a integração de refugiados do Médio Oriente.

 

O Instituto Nacional de Estatística (INE) reviu hoje em baixa de 0,1 pontos percentuais a taxa de desemprego de Novembro para os 8,1%, valor mínimo desde Novembro de 2004, estimando para Dezembro uma nova descida para os 7,8%.

 

Questionado pelos jornalistas sobre os valores hoje conhecidos, António Costa sublinhou que os números do desemprego "tem de baixar mais".

 

"Nós temos de continuar a dar sequência ao trabalho que temos vindo a fazer para haver mais investimento e criação de postos de trabalho, é para continuar", disse.

 

Um ano antes, em Dezembro de 2016, a taxa de desemprego situava-se nos 10,2%, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

O valor apurado para Novembro representa uma descida em 0,3 pontos percentuais face ao mês anterior e menos 0,7 pontos percentuais em relação a três meses antes, sinaliza o INE.

 

A estimativa provisória da população desempregada para Dezembro é de 401,5 mil pessoas e a da população empregada é de 4,776 milhões de pessoas.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Viva Portugal, viva o PS Há 3 semanas

Défice controlado, economia a crescer, emprego a crescer, balança comercial favorável, exportações a disparar, rating a subir, saída do processo de deficit excessivo, excedente externo, PIB a aumentar, divida a diminuir, investimento estrangeiro brutal. Giro é ver que há quem não gosta disto.

Enorme Costa Há 3 semanas

Adoro ver a trampa direitalha a torcer-se furiosa com o que é bom para os portugueses, os gajos queriam o Diabo. Emigrem, grande, gigante Costa

k Há 3 semanas

deve ter sido à tua custa que o desemprego está a baixar.monhé,só falta ele vir para a praça dizer que os portugas tirando ele são todos uns palermas.empanturrou o estado com amigos do ps/be/pcp e aprovou todo o tipo de mordomas e benesses para eles,pq os camelos,está cá para lhe encheres a bandulha

Mr.Tuga Há 3 semanas

Tudo graças ao teu mérito! E do Ronaldo Centeneiro, claro...

Aliás, todo o crescimento da Europa que esta a bater recordes desde 2011, também é mérito deste "dream team", certo?
Não fossem as reversões, reposições, progressoes e aumentos FP, etc e estaríamos FALIDOS!!

pub