Política Costa fragiliza ministra da Justiça

Costa fragiliza ministra da Justiça

Horas depois da ministra da Justiça ter aberto a porta à substituição de Joana Marques Vidal, o primeiro-ministro reduziu as declarações de Van Dunem a uma opinião "jurídica pessoal" e defendeu que a antecipação do debate "não fortalece" a posição da PGR.
A carregar o vídeo ...
Marta Moitinho Oliveira 09 de janeiro de 2018 às 15:38
O primeiro-ministro, António Costa, reduziu esta tarde a posição assumida esta manhã pela ministra da Justiça sobre o final do mandato da Procuradora-Geral da República (PGR) a uma opinião "jurídica pessoal" e avisou que a antecipação sobre este debate "não fortalece" o trabalho de Joana Marques Vidal.

Em entrevista à TSF, Francisca Van Dunem deixou a porta aberta à substituição da PGR, que termina o mandato no próximo mês de Outubro. 

Mas esta tarde, no debate quinzenal, o primeiro-ministro rejeitou que haja uma decisão do Governo sobre o assunto e limitou o alcance do que tinha defendido a ministra da Justiça. 

A escolha da PGR decorre de um diálogo entre o Governo e o Presidente da República e, por isso, "nunca direi nada em público sobre o futuro sem falar com antes com o Presidente da República", disse António Costa, acrescentando que a posição assumida pela ministra da Justiça "era a sua opinião jurídica e pessoal". 

O primeiro-ministro admitiu que tenderá a "dizer que a interpretação da ministra está correcta", mas acrescentou que é "prematuro"  falar sobre o assunto. 

O chefe do Executivo respondia a questões colocadas pelo líder parlamentar do PSD, Hugo Soares, que quis saber qual a decisão do Governo sobre o assunto, depois da posição da ministra. 

O primeiro-ministro resistiu a assumir uma posição, evitou falar sobre a interpretação que faz do que está previsto na revisão constitucional assinada em 1997 entre PS e PSD, e ainda deixou uma crítica ao facto deste de debate estar a decorrer antes de tempo. 

"O Governo não deixará de ouvir os partidos antes de tomar uma decisão sobre esta matéria. Mas é errado discuti-lo neste momento. A senhora procuradora está em plenas funções. A antecipação deste debate não fortalece as suas posições."

Costa rejeitou que o Governo esteja a limitar a autonomia do Ministério Público, depois de Hugo Soares o ter acusado disso mesmo.

(Notícia actualizada às 16:02)



A sua opinião29
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 6 dias

O fulcro da questão está no ataque ao PR, Costa e Portugal via internacional,euro-news etc e na CPLP DO PR angolano João Lourenço, do abuso á fuga ao segredo de justiça e prisão de um ano ao Eng Sócrates.Joao Lourenço vai visitar Países para parcerias a Portugal n vem.250. 000 trabalham angola.

OLHE Q NAO...A MINISTRA "ESTA CORRETA"........ Há 6 dias

Os jornaleiros/as ALINHADINHOS PLOS DITAMES da manutencao do "tacho", ao servico dos do costume, nao perdem uma oportunidade pra tentarem deturpar e enviesar na opiniao publica tudo quanto e dito ou acontece neste Pais.
Eles/elas bem tentam mas a grande maioria dos portugs ja lhes conhece as manhas

Anónimo Há 1 semana

O Sr. Marquês já deve estar a esfregar as mãos de contente! É a grande oportunidade de escapar à justiça! Já dizia e com razão Jorge Coelho: "Quem se mete com o ps leva". Ai Leva, Leva!

Atento Há 1 semana

Quem vai ficarfragilizada com toda esta campanha vai ser a sra PGR.Nós cidadãos ao vermos o empenho posto pelo PSD e CDS na defesa da sra PGR,pensamos que algo de anormal se passa.Quem será que a direita quer defender ?Eu simples cidadão já estou a pensar em alguem. Mas..Aguardo pelos acontecimentos

ver mais comentários
pub