Política Costa perde popularidade após incêndios e Tancos mas não afecta PS

Costa perde popularidade após incêndios e Tancos mas não afecta PS

Apesar do momento "horribilis" vivido pelo Governo do PS, a última sondagem da Eurosondagem confirma a tendência de crescimento dos socialistas e de queda dos social-democratas. Já o primeiro-ministro perdeu popularidade.
Costa perde popularidade após incêndios e Tancos mas não afecta PS
David Santiago 07 de julho de 2017 às 18:46

Numa altura em que o Governo socialista atravessa a fase mais difícil desde que assumiu funções no final de 2015, o PS continua a subir nas intenções de voto. Porém, o primeiro-ministro, António Costa, perdeu popularidade.

 

A sondagem da Eurosondagem para a SIC e o Expresso divulgada esta sexta-feira, 7 de Julho, mostra que o PS sobe perto de meio ponto percentual para 40,4% das intenções de voto, enquanto o PSD retoma a tendência de queda ao cair 0,4 pontos para 28,6%.

 

Tendo em conta que o estudo de opinião foi realizado entre os dias 28 de Junho e 5 de Julho, os socialistas parecem assim passar incólumes ao momento "mais difícil" vivido pelo actual Governo, depois da tragédia do incêndio em Pedrógão Grande e do assalto de armamento de guerra feito em Tancos.

 

Além do PS apenas a CDU (coligação entre PCP e Verdes) sobe (+0,3% para 7,8%) em Julho. Em queda surge o Bloco de Esquerda (os bloquistas cedem ligeiros 0,1 pontos para 8,5%), o CDS (6,2%) e o PAN (1,3%).

 

Costa perde popularidade e Marcelo é o único a subir

 

Se o PS consegue ficar ileso à forte pressão que incide sobre o Executivo socialista, em especial sobre a ministra da Administração Interna e sobre o ministro da Defesa, o primeiro-ministro vê o seu índice de popularidade cair 0,6 pontos para um saldo global de 34,2 pontos.

 

No entanto António Costa - criticado por não demitir os ministros acima citado e por se ter ausentado nesta fase complexa para gozar um período de férias nas ilhas Baleares - não é o único a perder popularidade (perde 0,6 pontos para 34,2 pontos). Para ser preciso, à excepção do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (cuja aceitação escalou em Julho para 60,9 pontos), os restantes líderes políticos também viram a sua aceitação cair.

 

Mas apesar das respectivas quedas, Jerónimo de Sousa, secretário-geral comunista (11,6 pontos), Pedro Passos Coelho, presidente do PSD (10,3 pontos), Assunção Cristas, líder do CDS (7,7 pontos), e Catarina Martins, coordenadora bloquista (3,9 pontos), mantêm avaliações globais positivas.




A sua opinião59
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Justitia 08.07.2017

João Vaz é um miserável que até a alma da mãe vende apenas para garantir que é o BOY da ON-GOING alinhado. Não só espatifou o E-TV como o diário económico. João Vaz não é um editor é um palhacito sem coluna vertebral. Faz de cdonta que é "homem". Sem nada que o identifique como tal. João Vaz não passa de um "parvalho" que não compreende a força da natureza. E ela começou a existir em portugal. João Vaz o CAPO que gosta de dizer umas "cenas" ligeiras sobre o governo geringonço. João VAZ uma prostituta do jornalismo.
P.S: Não admira que seja visto como um "palerma" na classe jornalistica Portuguesa.
Quantos convites tem João Vaz para programas? Nem que a brincar? A única estação qaue o convidava era a ETV, a falida da ON-GOING(PS). Tenha vergonha.

comentários mais recentes
Criador de Touros 09.07.2017

Atenção que os nazis eram nacional-socialistas e eu de nazi tenho zero. Sou católico praticante, vou agora à missa às 18:00, sou democrata pluralista e monárquico miguelista, ainda assim algo crítico, mas monárquico miguelista sempre. Para quem está menos por dentro destas coisas, a monarquia chamada liberal não é do meu gosto, pois foi sempre controlada pela maçonaria GOL, que a destruiu até implantar a república maçónica. Ainda assim, tenho simpatias pelos reis Pedro V, Luis I, Carlos I e Manuel II. Viva o Rei !!... Viva Portugal !!...

Tudo isto enquanto os mais ricos duplicam fortunas 09.07.2017

Pelos vistos, para alguns acéfalos direitolas seria preferível que :
1 - Os q vivem dos seus salários e das pensões (após 40 ou mais de trabalho) sejam, de novo, roubados
2 - A fome entre na casa de milhares de famílias
3 - A classe média seja exterminada
4 - A juventude + qualificada emigre

A direita prevê uma derrota esmagadora 09.07.2017

O nazi " CRIADOR DE TOUROS " mete pena.
Agora nem Marcelo Rebelo de Sousa escapa, porque não está a fazer o jogo dos pulhas da direita, como sucedia com o sinistro informador da Pide CAVACO ( é público e está no You Tube, para quem quiser consultar ).
A direita anda mesmo desesperada.

O VÍGARO PASSOS E A MISS PIGGY NÃO OLHAM A MEIOS 09.07.2017

O desespero ( e a acidez ), nas hostes da direita é manifesta.
E então, como não têm qualquer ideia para a governação do país, recorrem a tudo do mais baixo, nem que seja à intriga e, até, à vergonhosa exploração do drama de Pedrógão.

ver mais comentários
pub