Política Costa quer fazer reformas, mas não as da direita que "cortam as reformas aos reformados"

Costa quer fazer reformas, mas não as da direita que "cortam as reformas aos reformados"

O secretário-geral do PS, António Costa, garantiu hoje o Governo quer fazer reformas, mas apenas as que melhoram o país, rejeitando as da direita "que significam cortar as reformas aos reformados".
Costa quer fazer reformas, mas não as da direita que "cortam as reformas aos reformados"
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 15 de agosto de 2017 às 07:35
António Costa aproveitou o discurso de apresentação de Américo Gegaloto como candidato do PS à Câmara Municipal de Sesimbra, para responder às críticas deixadas pelo líder do PSD, Pedro Passos Coelho, na festa do Pontal de domingo, onde disse que "o país não está apenas adiado, porque está adiado, não tem reformas, está cativado".

"Nós queremos fazer reformas, mas queremos fazer as reformas que melhoram o país. Não queremos fazer as reformas que significam cortar as reformas aos reformados porque essas é as reformas que a direita fez, essas é as reformas que a direita quer fazer, essas é as reformas que a direita sonha um dia poder voltar a fazer", criticou.

A essas reformas, o líder socialista disse um peremptório "não, obrigado. Não queremos mais. Já basta o que bastou".

Se a política não fosse a do actual Governo e se regressasse "às políticas de direita", o que haveria era outra vez cortes na saúde e na educação, para além de mais desemprego.

"É preciso dizer: acabou. Agora temos uma nova política e queremos continuar a ter bons resultados com esta nova política", sublinhou.

Segundo o secretário-geral socialista, "as portuguesas e os portugueses sabem que podem contar com o PS para prosseguir esta política", assegurando que "estabilidade política e sobretudo tranquilidade e previsibilidade ao dia a dia de todos os cidadãos".

Na rentrée política do PSD de domingo, Passos Coelho acusou a maioria parlamentar de estar no "imobilismo" e de estar "esgotada", vivendo assente numa "cultura dos direitos adquiridos" que exclui uma visão de futuro.



A sua opinião67
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

Os salários numa economia, e as prestações sociais por inerência, só crescem para valores mais elevados que confiram maior poder de compra, se, segundo as forças e condicionantes de mercado, os lucros, os dividendos, as mais-valias, as royalties sobre a propriedade intelectual, as rendas e os juros, em agregado, também crescerem na economia em causa. Querem pôr os salários e prestações sociais desta economia portuguesa a crescer por decreto e inspiração divina? Tornem-se antes em escritores ou escritoras de histórias do género literário conhecido por fantástico ou realismo mágico. A J. K. Rowling, figura das letras e mulher da esquerda inglesa, que não aufere salário mas obtém muitos rendimentos com proveniência directa em lucros, dividendos (lucros distribuídos), mais-valias, royalties sobre a propriedade intelectual, rendas e juros anuais, sabe mais da poda do que muita douta e pedante ignorância, para não dizer estupidez ou imbecilidade, em termos de filosofia e prática económica.

comentários mais recentes
DJ viajante Há 5 dias

Este Costa é mentiroso ate nao mais. O desemprego comecou a cair ja com PPC e Costa nunca invalidou as reformas trabalhistas que lhe permitem ter o desemprego que tem: reforma de direita. Quanto a saude e educacao PPC cortou mas COSTA cortou ainda mais. Hoje o estado destes dois é miseravel gracas a esquerda.

pertinaz Há 1 semana

GRANDE ESTUPOR

Mr.Tuga Há 1 semana

"reformas" não faz parte do vocabulário dos xuxas DESPESISTAS RUINOSOS!

Para eles não existe amanha! É gastar hoje o que podias poupara para o futuro! Quem vier a seguir que resolva!

Ex.votante do PSD,não me levam o voto acabou. Há 1 semana

Esta direi-talha já sabemos o que fazem é sacar os pobres para dar aos ricos,e andam com conversa da treta para enganar o povo com caça ao voto com porcos e sardinhas e vem ai os magusto,mas o povo foi sábio votou 62%para correr com eles e eu vou ajudar como ex.votante do PSD vou votar geringonça.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub