Política Costa: Se Centeno pediu bilhetes ao Benfica, "certamente tinha boas razões"

Costa: Se Centeno pediu bilhetes ao Benfica, "certamente tinha boas razões"

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu este sábado que se o ministro das Finanças, Mário Centeno, pediu bilhetes ao Benfica para assistir a um jogo de futebol na bancada presidencial, "certamente tinha boas razões" para isso.
Costa: Se Centeno pediu bilhetes ao Benfica, "certamente tinha boas razões"
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 06 de janeiro de 2018 às 13:03
Em declarações aos jornalistas, à saída de uma visita ao Hospital de Santa Maria, em Lisboa, António Costa considerou que "não há polémica nenhuma" nessa notícia, avançada na sexta-feira pelo jornal 'online' Observador.

"Não há polémica nenhuma. Se o fez, é porque certamente tinha boas razões para o fazer", afirmou o primeiro-ministro.

O Observador noticiou na sexta-feira que Mário Centeno "pediu lugares para si e para o filho para o Benfica-Porto da época passada", disputado a 1 de Abril de 2017, tendo o gabinete do ministro das Finanças confirmado esse pedido de "dois lugares para a bancada presidencial", que justificou com razões de segurança.

"O pedido, apurou o Observador, foi feito através do assessor diplomático do ministro das Finanças e incluía um segundo lugar naquela bancada, que seria para o filho de Centeno, um pedido que pode configurar recebimento indevido de vantagem ou colidir com o Código de Conduta do Governo", lê-se na notícia.

Segundo o esclarecimento do gabinete de Mário Centeno, "a notoriedade pública" do ministro "coloca exigências à sua participação em eventos públicos como jogos de futebol no que concerne a garantir a sua segurança pessoal" e "foi neste contexto que foram solicitados dois acessos" à bancada presidencial do estádio do Benfica para o jogo de 1 de Abril de 2017.

"Os acessos em causa, que eram para assistir ao jogo na tribuna presidencial, não são comercializáveis, pelo que não têm um preço de venda definido", lê-se ainda no esclarecimento do gabinete do ministro.



A sua opinião14
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz Há 1 semana

CLARO QUE TINHA BOAS RAZÕES... NÃO PAGAR OS BILHETES...!!!

silva Há 1 semana

Centeno é o único membro do Governo que se aproveita, senão estaríamos novamente na bancarrota, mas aqui errou, um erro grave que pagará caro, não se sentia seguro para ir com o filho, ficava em casa a ver pela tv. Situação inexplicável.

General Ciresp Há 1 semana

Que resposta mais HOSTIL.Um ministro da gamela dele a pontapear nas leis e de seguida e deixada a sua vontade,grande mestre.

Criador de Touros Há 1 semana

Este António Costa gosta de cunhas e de borlas e o ministro também. Democracia de esquerda para variar.

ver mais comentários