Segurança Social Costa justifica aumentos de pensões até 630 euros com "situação de justiça"

Costa justifica aumentos de pensões até 630 euros com "situação de justiça"

O primeiro-ministro defendeu esta noite que os aumentos extraordinários para as pensões até 630 euros são a correcção de uma "situação de injustiça" e que vai gastar mais este ano em aumentos de pensões que o governo anterior.
Costa justifica aumentos de pensões até 630 euros com "situação de justiça"
Bruno Simão/Negócios
Nuno Carregueiro 20 de Outubro de 2016 às 21:16

"O que estamos a discutir é um aumento extraordinário. De pensões baixas até 630 euros que não foram objecto de nenhum aumento extraordinário nos últimos quatro anos. Estamos a corrigir uma situação de injustiça", afirmou António Costa em entrevista à TVI.

 

Costa afirmou ainda que o facto de todas as pensões até aos 2.532 euros terem um aumento já em Janeiro correspondente à taxa de inflação "não é o normal" já que, defende, ao longo de cinco anos não houve actualização para essas pensões.

 

"Houve em 2016 e volta a haver em 2017", afirmou, notando que se a fórmula lei de bases da Segurança Social fosse aprovada, algumas pensões teriam de ser reduzidas o que, garantiu, não vai acontecer.

 

O chefe de Governo disse ainda que o Governo gastará este ano 200 milhões de euros em aumentos de pensões, um valor superior aos 180 milhões de euros que refere ter sido gasto pelo Governo anterior. O que, afirma, foi compensado com um corte de 150 milhões no Complemento Solidário para Idosos e com financiamento acrescido de 1.200 milhões de euros "cortados a todas as pensões com a Contribuição Extraordinária de Solidariedade".




A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
José Alberto Há 2 semanas

Ilusionista!!!

Madalena Santos Há 2 semanas

A FALAR DE JUSTIÇA?

Carlos Carvalho Há 2 semanas

Deve ser a justiça eleitoral municipal, porque se fosse justiça social as pensões mínimas também tinham a atualização especial até dez euros.

Luis Baptista Há 2 semanas

Ele sabe para ele quanto mais para os outros.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub