Conjuntura Costa sugere que crescimento pode estar a ser maior que o registado

Costa sugere que crescimento pode estar a ser maior que o registado

O primeiro-ministro sugeriu esta noite que os números estatísticos oficiais podem estar a reflectir por baixo o ritmo de crescimento da economia do país.
Costa sugere que crescimento pode estar a ser maior que o registado
Bruno Simão/Negócios
Paulo Zacarias Gomes 20 de outubro de 2016 às 21:24

Em entrevista à TVI, António Costa apontou o aumento de investimento de 7,7% das empresas do sector não financeiro, a queda do défice (dizendo que será o mais baixo em 42 anos) e a criação de 80 mil empregos para justificar esse raciocínio. 

 

"Não governamos para a estatística", afirmou no entanto o governante, referindo no entanto que a economia mudou e que há hoje "critérios diferentes de medição e avaliação", sem especificar.

 

"Estes são os fundamentais. Tenho de consolidar o que alcancei e avançar mais", referiu. 

 

O PIB cresceu 0,9% no segundo trimestre deste ano, face ao período homólogo, repetindo a evolução verificada nos três primeiros meses do ano.

Antes, Costa tinha justificado o crescimento abaixo das previsões do Governo - a primeira estimativa apontava para o PIB a subir 1,8% em 2016 e as mais recentes previsões apontam para 1,2% com o abrandamento das economias avançadas, que levou também a uma revisão em baixa pelo FMI para esse universo.

"O crescimento não é o que desejávamos", reconheceu, apontando o impacto de mercados onde a economia tem arrefecido, como Angola ou o Brasil. 


A sua opinião28
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Manuel Nelson Bouças 20.10.2016

Da dívida? Acredito...??????

comentários mais recentes
fred 21.10.2016

Se ao menos o nosso maior mercado de exportações crescesse forte e feio... ah espera...

Anónimo 20.10.2016

E eu a julgar que o Sócrates era o maior aldrabão de todos. Em aldrabice o Sócrates era um menino de coro ao pé deste Sabujo Golpista.

Anónimo 20.10.2016

Se a economia do País não cresce há 16 anos ( e a econmia produtiva contrai-se há 30) por que razão haveria de crescer agora, que temos uma divida monstra às costas?

Hélio Marta 20.10.2016

Nem Sócrates foi tão longe na arte de mentir.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub