Segurança Social CReSAP abre concurso para a direcção do Instituto da Segurança Social

CReSAP abre concurso para a direcção do Instituto da Segurança Social

Depois de o Governo ter afastado, em Maio do ano passado, a anterior direcção do Instituto da Segurança Social, tendo nomeado Rui Fiolhais como presidente em regime de substituição, é aberto agora um concurso para os dirigentes de topo da instituição.
CReSAP abre concurso para a direcção do Instituto da Segurança Social
Pedro Elias/Negócios
Bruno Simões 10 de março de 2017 às 10:48

Está aberto o concurso para escolher a nova direcção do Instituto de Segurança Social (ISS). Os avisos foram publicados esta sexta-feira em Diário da República e pretendem preencher as posições de presidente, vice-presidente e dos dois vogais do conselho directivo desta instituição. Recorde-se que estes lugares estão ocupados, desde Maio do ano passado, por quatro dirigentes nomeados em regime de substituição pelo actual Governo, que demitiu os que lá estavam antes.

 

O Instituto da Segurança Social é actualmente presidido por Rui Fiolhais, que foi chefe de gabinete de José Vieira da Silva quando este foi ministro do Trabalho, em 2005. A direcção é ainda composta por Gabriel Rodrigues Bastos, que é o vice-presidente, e pelas vogais Noémia Silva Goulart e Sofia Borges Pereira.

 

Estes quatro dirigentes foram nomeados em regime de substituição pelo actual Governo, dias depois de ter sido afastado a anterior direcção do Instituto da Segurança Social, que havia sido nomeada em 2015. Essa direcção era presidida por Ana Clara Birrento, candidata às eleições europeias de 2014 pelo CDS.

 

O concurso agora lançado irá nomear os novos dirigentes do ISS para uma comissão de serviço de cinco anos. Os actuais dirigentes partem numa posição mais favorável no procedimento que agora é aberto: a prática de manter os dirigentes em regime de substituição antes da abertura dos concursos dá-lhes vantagem face a outros concorrentes, admitiu João Bilhim, então presidente da CReSAP, ao Negócios, em 2015.

Também no ano passado, o Governo afastou os dirigentes do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e do Instituto de Informática da Segurança Social.

DGERT e ANQEP também procuram dirigentes

 

Além dos concursos para a direcção do ISS, também foram publicados dois avisos de abertura de concursos para a posição de subdirector -geral da Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) e para o lugar de vogal do conselho directo da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional.

 

A própria CReSAP é liderada por uma presidente em regime de substituição, Margarida Proença, que foi indicada por João Bilhim em Outubro do ano passado, quando este saiu da entidade.

Os concursos estão abertos durante 10 dias úteis.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub