Construção Crescimento da construção acelera em Agosto

Crescimento da construção acelera em Agosto

A área de engenharia civil registou um crescimento significativamente superior, o que permitiu que a construção acelerasse em Agosto.
Crescimento da construção acelera em Agosto
Reuters
Sara Antunes 10 de outubro de 2017 às 13:47

A produção na construção cresceu 2,6% nos três meses terminados em Agosto quando comparado com o mesmo período do ano passado, de acordo com os dados divulgados esta terça-feira, 10 de Outubro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Esta evolução corresponde a um acelerar, já que em Julho o aumento foi de 1,7%.

 

Este é o oitavo mês consecutivo de crescimento do sector, tendo o crescimento de Março sido agora superado (naquele mês o aumento tinha sido de 2,5%).

A contribuir para esta evolução estiveram os dois segmentos: construção de edifícios e engenharia civil, sendo que este último registou um aumento bastante superior ao verificado nos últimos meses (4,6%, quando o mais alto tinha sido observado em Março, de 2,6%). Ainda assim, a construção de edifícios também acentuou a tendência positiva, com um crescimento de 1,3%.

O emprego acompanhou a tendência, tendo registado um aumento de 2,6%, o que também corresponde à variação mais pronunciada desde, pelo menos, o último ano. O emprego na construção também está a crescer há oito meses. Já as remunerações estão a subir há quatro meses consecutivos, com o aumento de Agosto a ser de 1,3%, inferior ao observado em Julho, o que também poderá estar relacionado com pagamentos de subsídios de férias. 

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub