Economia Crises financeiras alimentam políticos radicais
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Crises financeiras alimentam políticos radicais

A História não se repete mas há padrões que se sucedem. Depois de crises financeiras e recessões, os extremismos políticos, sobretudo os que defendem o proteccionismo económico e o fecho à imigração, tendem a prosperar.
Crises financeiras alimentam políticos radicais
Bruno Simões
Eva Gaspar 24 de Novembro de 2016 às 00:01

Duas semana após as eleições nos EUA, a vitória de Donald Trump e o risco de uma deriva europeia  anti-sistema ou populista ou nacionalista ou proteccionista (ninguém sabe muito bem  ainda como lhe chamar)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Desanimado Há 1 semana

Começo a fartar-me destes artigos maniqueístas sobre a dita deriva anti-sistema, populista , nacionalista e proteccionista, como se afirmassem se és anti-sistema és por Trump. Não, não sou por Trump! Pelo contrario, odeio Trump! Mas também que raio de bendito sistema é este que coloca metade da riqueza mundial nas mãos de 1% da população. Pró diabo com o sistema. A questão é: queres levar um tiro no coração ou na cabeça? Não tentem branquear este maldito sistema à custa da eleição de Trump, pois isso só denota que ainda NÃO ENTENDERAM NADA!!

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub