Economia Cristas defende que Infarmed no Porto é "decisão isolada e um pouco errática"

Cristas defende que Infarmed no Porto é "decisão isolada e um pouco errática"

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, considerou esta quarta-feira que a ida do Infarmed para o Porto é "uma decisão isolada e um pouco errática", que pode nem ter "o efeito desejado" de uma estratégia de descentralização pensada.
Cristas defende que Infarmed no Porto é "decisão isolada e um pouco errática"
Lusa 22 de novembro de 2017 às 20:21

"É uma matéria em que nós, mais uma vez, vemos uma decisão isolada e um pouco errática por parte do Governo", começou por dizer Assunção Cristas frisando concordar "com uma estratégia de descentralização".

 

Para a líder centrista, há uma diferença entre uma decisão feita de "forma pensada, estruturada, obedecendo a uma estratégia, com tempo e com diálogo", que "pode parecer muito bem" e "uma medida isolada, em jeito de uma espécie de compensação pela EMA [Agência Europeia do Medicamento] não ir para o Porto, num processo em que o Governo não esteve bem".

 

"Então, parece-nos que é um bocadinho emendar a mão. Pode nem sequer surtir o efeito desejado, e desde logo, com uma falta que parece clara de comunicação interna atempada", defendeu.

 

Assunção Cristas respondia a uma pergunta dos jornalistas sobre a ida do Infarmed para o Porto, durante uma visita à iniciativa "Portugal Exportador", em Lisboa.

 

Por seu turno, o presidente do PSD afirmou hoje que o partido não se opõe à "intenção" do Governo de transferir o Infarmed para o Porto, mas considera ser medida "desgarrada" para compensar trabalho "mal feito" quanto à Agência Europeia do Medicamento.

 

"Aquilo que parece, julgo que é aquilo que é: o Governo trabalhou mal a candidatura do país para vir a ficar com a agência do medicamento que saiu do Reino Unido. Uma vez que Portugal, infelizmente, perdeu essa candidatura, honrosamente mas perdeu, o governo quis ter um gesto de compensação", afirmou Passos Coelho.

 

O líder do PSD disse que o partido também foi surpreendido pelo anúncio, feito na terça-feira pelo ministro da Saúde, de que a sede da autoridade nacional do medicamento vai ser mudada de Lisboa para o Porto, uma mudança a ocorrer a partir de 1 de Janeiro de 2019.

 

A comissão de trabalhadores daquele organismo manifestou-se surpreendida com a decisão e convocou um plenário.

 

O Infarmed é um organismo central com jurisdição sobre todo o território nacional que até agora tem funcionado com a sede no Parque da Saúde, em Lisboa.

 

A missão do Infarmed é "regular e supervisionar os sectores dos medicamentos, dispositivos médicos e produtos cosméticos, segundo os mais elevados padrões de protecção da saúde pública, e garantir o acesso dos profissionais da saúde e dos cidadãos a medicamentos, dispositivos médicos, produtos cosméticos, de qualidade, eficazes e seguros", segundo informação no site do organismo.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Lá vem ai o Moreirinha aos berros com os soldadinhos de chumbo atrás (os das fotografias)....
E a sede da Selminho hein ??? Com o aumento do orçamento da CMP vamos lá ver quanto lhe vai calhar.....ui ui

Observador Há 3 semanas

Assunção Cristas desta vez dou-lhe razão ! Uma instituição que está a cumprir com os seus compromissos e eficaz na sua actuação tem que mudar por SIM ..... Oh Costa não estás a imitar o Marcelo, andas aos beijinhos ?Sou de ESQUERDA mas Costa isto não tem onde se pegue... O PROVINCIANO agradece....

Anónimo Há 3 semanas

Cristas defende que Infarmed no Porto é "decisão isolada e um pouco errática"

ESTA MADAME ESTÁ SEMPRE CONTRA!
ENTÃO O COSTA FAZ UM FRETE AO AMIGO DELA, O SR RUI MOREIRA E ELA VEM COM ESTE PARLAPIÉ?

pertinaz Há 3 semanas

90% DAS EMPRESAS QUE INTERAGEM COM O INFARMED ESTÃO EM LISBOA...!!!

ver mais comentários
pub