Política Cristas desafia Governo a "chamar à razão" PCP e BE 

Cristas desafia Governo a "chamar à razão" PCP e BE 

A líder centrista instou o Governo socialista a "chamar à razão" o Bloco de Esquerda e o PCP, considerando que estes partidos da esquerda parlamentar são responsáveis pelas dificuldades na negociação entre trabalhadores e a Autoeuropa.
Cristas desafia Governo a "chamar à razão" PCP e BE 
Bruno Simão/Negócios
Lusa 13 de dezembro de 2017 às 13:23
A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, desafiou hoje o Governo a "chamar à razão" PCP e BE, que diz estarem "por detrás da teia de dificuldade" nas negociações entre trabalhadores e administração da Autoeuropa.

"O Governo, que além do mais se senta à mesa das negociações com os seus parceiros - PCP e BE -, já devia ter falado, desde logo com estes partidos, que estão por detrás da teia de dificuldade que está montada na Autoeuropa, e já os devia ter chamado à razão", afirmou Assunção Cristas

A líder centrista falava aos jornalistas sobre a situação na fábrica Autoeuropa, no final de uma visita a um bairro municipal de Lisboa.



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Helder 13.12.2017

Que grande liberal! Quer o governo a meter-se entre negociações de uma empresa privada com os seus trabalhadores. Há ali capital do Estado? Então esteja caladinha. É para se saber que mesmo os partidos ditos liberais só veem Estado. É inacreditável como uma pessoa assim está na política, à frente de um partido.

Anónimo 13.12.2017

Os trabalhadores da AE também tem direito às 35h, ADSE, Descongelamento de carreiras, etc. Já basta de contar com eles só para trabalho.

pub