Eleições Cristas teve sozinha mais 797 votos do que coligação PSD/CDS em 2013

Cristas teve sozinha mais 797 votos do que coligação PSD/CDS em 2013

Fernando Medina venceu as eleições em Lisboa, mas perdeu a maioria absoluta que Costa tinha conquistado em 2013. Reviravolta à direita: CDS conseguiu sozinho um resultado melhor do que em 2013 quando coligado com PSD.
Cristas teve sozinha mais 797 votos do que coligação PSD/CDS em 2013
João Miguel Rodrigues
Marta Moitinho Oliveira 02 de outubro de 2017 às 10:49
A líder do CDS, Assunção Cristas, conseguiu na corrida a Lisboa um resultado melhor do que o PSD e o CDS juntos em 2013. De acordo com os dados finais para o município, Cristas teve agora mais 797 votos do que a coligação PSD/CDS nas últimas eleições. 

Em 2013, a coligação Sentir Lisboa - onde PSD e CDS concorreram juntos- alcançou 51.156 votos. Agora, o CDS sozinho obteve 51.953 votos, mais 797. O partido de Cristas teve um dos melhores resultados de sempre na capital, ao passo que o PSD teve um dos piores resultados.  

Apesar desta relação no número de votos, a percentagem da coligação em 2013 foi superior à que o CDS teve nas eleições de 1 de Outubro de 2017 - 22,37% contra 20,57%. 

No entanto, o número de mandatos é idêntico. O CDS elegeu quatro vereadores. Há quatro anos, a coligação Sentir Lisboa tinha obtido o mesmo número de vereadores. 

O PS saiu vencedor das eleições deste domingo, mas Fernando Medina não conseguiu a maioria absoluta que António Costa obteve há quatro anos. 

Medina tem oito mandatos, ficando a um da maioria absoluta. Em 2013, o PS tinha conseguido eleger 11 vereadores. O CDS tem quatro mandatos, o PSD dois, a CDU dois e o Bloco de Esquerda recuperou um mandato (que em 2013 tinha perdido). 

Os resultados completos de Lisboa e a comparação com 2013 podem ser vistos aqui.



A sua opinião22
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 02.10.2017

Curioso! Nas anteriores autárquicas PSD/CDS coligados tiveram 4 mandatos. Nestas . desligados tiveram 6. Que raio de "vigéssimo" premidado anda a "falida" comunicação social a vender-nos???

comentários mais recentes
manuel correcto 02.10.2017

tem havido pouca honestidade nos comentarios; porque razão Medina foi um grande vencedor ? perdeu 11%, perdeu mandatos, perdeu a maioria absoluta e perdeu 2 freguesias. O titulo correcto seria: Medina perde terreno para a direita !

A Miss Piggy não passa de um logro 02.10.2017

A Miss Piggy é uma farsa, como, mais adiante, no tempo, haveremos de ver.
Como sabia que nunca teria hipótese de assentar o cú na cadeira da presidência da Câmara, vá de prometer tudo e mais alguma coisa, de que é exemplo a demagogia das 20 estações de Metro, com que logrou enganar os incautos.

Enfim haja paciência... 02.10.2017

Como é que podem acreditar E DIZEREM (mas que grande vitóri)a, para desmentir quem afirma isto basta analisarem os resultados do CDS no resto do País mas principalmente no resto do Distrito Lisboa, ou seja um autêntico desastre para o CDS (Exemplo Almada - PC-31% PS-30% PSD-13/ BE-9% PAN 3% CDS-2%

Santa ingenuidade... 02.10.2017

Acho piada aos apoiantes desta Srª (parte deles são do POVO). nem parece terem miolos na cabeça para pensarem e saberem que ela não passa de ser um lobo disfarçado de cordeiro e caem que nem uns patinhos na conversa dela esquecendo que só lá está para defende na realidade os muito ricos e podrosos.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub