Política David Justino vai coordenar moção de Rui Rio ao congresso do PSD

David Justino vai coordenar moção de Rui Rio ao congresso do PSD

O presidente do Conselho Nacional de Educação, com forte ligação às áreas social e da formação, vai integrar uma equipa multidisciplinar para desenhar o programa estratégico do candidato à liderança social-democrata.
David Justino vai coordenar moção de Rui Rio ao congresso do PSD
Correio da Manhã
Paulo Zacarias Gomes 18 de outubro de 2017 às 18:00
O antigo ministro da Educação David Justino será o coordenador da moção estratégica que o candidato à liderança do PSD, Rui Rio, vai apresentar no congresso nacional do partido, de 16 a 18 de Fevereiro do ano que vem.

O anúncio foi feito esta quarta-feira, 18 de Outubro, através de comunicado enviado pela candidatura "É hora de agir", protagonizada pelo antigo autarca do Porto. No documento enviado às redacções refere-se o trabalho desenvolvido por Justino na áreas da educação e social.

O actual presidente do Conselho da Educação vai integrar uma equipa multidisciplinar que vai recolher contributos para definir as linhas estratégicas da candidatura de Rio à sucessão de Pedro Passos Coelho.

Além de ministro no Governo de Durão Barroso, em 2002, David Justino foi ainda assessor de Cavaco Silva enquanto Presidente da República, na área dos assuntos sociais, e deputado em várias legislaturas, frisa o comunicado.

A indisponibilidade de Pedro Passos Coelho para se recandidatar a novo mandato à frente do PSD foi manifestada nos dias seguintes às eleições autárquicas deste mês em que o partido obteve um dos piores resultados da sua história.

Depois do afastamento da corrida de vários potenciais candidatos (Luís Montenegro, Paulo Rangel ou Pedro Duarte), Pedro Santana Lopes e Rui Rio anunciaram a intenção de se candidatarem ao cargo. Além dos dois ex-autarcas, está também a ser promovido o "Manifesto PSD 20117", sem indicação de candidato pelo menos para já, e de que José Eduardo Martins é um dos primeiros subscritores.

As eleições directas para a presidência do PSD realizam-se a 13 de Janeiro. Depois de Rio ter feito já a apresentação pública há uma semana em Aveiro, Santana Lopes tem prevista a formalização da sua candidatura para este domingo, em Santarém.

Segundo a Lusa, as moções de estratégia global terão de ser entregues pelos candidatos à liderança do PSD até 2 de Janeiro, juntamente com a formalização das candidaturas, que têm de ser subscritas por um mínimo de 1.500 militantes.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 13 horas

Parece que ja estamos perante o novo ministro da educacao.Nao sem porque mas parece-me ser um ministerio para mulheres.A educacao com a obdiencia a mistura nao cria grande confusao ao ministerio,penso.

Saber mais e Alertas
pub