Segurança Social De corte em corte, futuras pensões continuam a encolher
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

De corte em corte, futuras pensões continuam a encolher

A cada ano que passa a situação relativa dos candidatos a pensionistas deteriora-se. O Governo já admitiu que o ritmo de redução pode estar a ser demasiado rápido, mas, até agora, continua tudo na mesma. No próximo ano há três factores a pesar.
De corte em corte, futuras pensões continuam a encolher
Sábado

As pensões em pagamento ficaram salvaguardadas de reduções com a geringonça, mas, no que respeita às pensões que ainda vão ser atribuídas, os cortes continuam a somar-se em cascata. 2017 é

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais

A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 14.12.2016

Os mais novos estão a ver as futuras pensões a esfumarem-se enquanto os actuais pensionistas continuam sem qualquer corte. Esta situação é totalmente injusta e injustificada. A culpa desta situação não é dos actuais pensionistas, mas muito menos é dos futuros, sendo que estes últimos têm de pagar as actuais pensões e os deficites criados para as pagar e futuramente não irão ter pensões, ou então serão muito reduzidas

comentários mais recentes
Anónimo 27.03.2017

De corte em corte. Concordo, para quem se quiser reformar mais cedo. Desde que seja saudável, não se justifica. O Sistema da S. Social, não aguenta. Cada reforma antecipada é menos dinheiro que entra e mais dinheiro que sai.

Anónimo 12.03.2017

É uma FRAUDE do costa e do ministro vesgo caucionada pelo tonto do marcelo, eu que desconto não vou ter direito a NADA e quem não descontou têm direito a tudo porque é UM DIREITO ADQUIRIDO. e eu PORRA não tenho direitos, estes PS são todos filhos de uma P U T A.

Reformadodesegundacategoria 11.03.2017

..isto é criminoso!.porquê há de haver pensionistas de 1a categoria e de 2a em funçao do ano de acesso à reforma? Porquê quem se reformou há 5 anos tem vantagens a quem se reforma hoje, até hoje descontam mais?!. Quero capitalizacao em conta autonoma dos descontos!!.Tirem do orcamento reform sociais

Anónimo 16.12.2016

pois as nossas vao encolher e as deles vao esticando vergonha40 anos de trabalho nao chega ainda querem mais andamos a trabalhar para os outros estarem nos cafes deviam ver bem e ainda temos que pagar tudo

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub