Política Defesa de Sócrates: "Deste amontoado de papel, não restará folha sobre folha"

Defesa de Sócrates: "Deste amontoado de papel, não restará folha sobre folha"

João Araújo não adianta se vai ser pedida a instrução da Operação Marquês. Mas ataca a acusação: "Os novos factos, tanto como os velhos, são falsos ou, se verdadeiros, nada têm que ver com José Sócrates".
Defesa de Sócrates: "Deste amontoado de papel, não restará folha sobre folha"
Diogo Cavaleiro 11 de outubro de 2017 às 20:53

"Deste amontoado de papel, não restará folha sobre folha". A afirmação é de João Araújo, advogado de José Sócrates, em conferência de imprensa para reagir ao despacho de acusação do Ministério Público na Operação Marquês.


São perto de 4 mil páginas as que compõem o documento em que são imputados práticas que configuram 31 crimes ao ex-primeiro-ministro.

 

Na conferência de imprensa, João Araújo recusou responder se irá pedir a abertura de instrução. "É uma decisão que depende do conhecimento total da acusação", declarou, adiantando que, neste momento, ainda não conhece o documento para tomar essa decisão. 

 

Do que conhecem, os advogados de José Sócrates – que está acusado da prática de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 crimes de branqueamento de capitias, nove de falsificação de documento e três de fraude fiscal qualificada – têm uma certeza: "Os novos factos, tanto como os velhos, são falsos ou, se verdadeiros, nada têm que ver com José Sócrates". Aliás, trata-se de rescrever a história, defende João Araújo: "não se tratou de buscar a verdade, antes de procurar a incriminação".

 

Apesar do despacho de acusação ter saído, João Araújo considerou que "este é um bom momento" para ex-primeiro-ministro. "A partir de hoje, fica fixada a versão do Ministério Público", disse, acrescentando que não poderá ser ajustada a sua "narrativa" para cobrir as que vão caindo.




A sua opinião15
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
eleitor Há 1 semana

O DR. J. Araújo , inspirou-se espiritualmente da Bíblia . Mas ...............sim , há um mas ; ... Deus , não aprova a vigarice !.....que chatice não é ????

Mata ratos Há 1 semana



Os xuxxas quando ficam tão caladinhos, é sinal que estão a ser enRRRabados até aos TOMATES.

O Sócrates com a sua equipa de 20 advogados... Há 1 semana

Irá tentar reduzir as folhas da acusação em cinza, os milhões têm que ser gastos em alguma coisa...
A questão pertinente é... será que consegue? Acho que não!
O Sócrates e companhia ultrapassaram todos os limites da corrupção politica-económica.
E pagarão por isso, pode demorar mas pagarão....

Prova de fogo para a Justiça..... Há 1 semana

Ninguém tem dúvidas sobre a culpabilidade destas personagens. Aqui ninguém vive no mundo da fantasia, que nos querem vender, e não existem dúvidas de que são uma trupe de criminosos. Vamos ver se perante a Justiça também assim será ou se a Justiça anda completamente desfazada do mundo real!

ver mais comentários
pub
Notícias Relacionadas
pub
pub
pub