Obrigações Depois de Portugal, IP, Brisa e CP, Moody’s melhora perspectiva da Madeira e Açores

Depois de Portugal, IP, Brisa e CP, Moody’s melhora perspectiva da Madeira e Açores

A agência de notação financeira elevou, de estáveis para positivos, os ‘outlooks’ atribuídos à evolução dos ratings das regiões autónomas dos Açores e da Madeira.
Depois de Portugal, IP, Brisa e CP, Moody’s melhora perspectiva da Madeira e Açores
Miguel Baltazar
Carla Pedro 05 de setembro de 2017 às 21:50

A melhoria das perspectivas para a evolução da qualidade da dívida da Madeira e dos Açores segue-se à mesma decisão tomada na passada sexta-feira para o rating de Portugal. 

Segundo o relatório da Moody’s, a que o Negócios teve acesso, "esta alteração reflecte a expectativa de um risco sistémico reduzido, tal como se depreende pela melhoria do ‘outlook’ do rating soberano de Portugal, de Ba1 [primeiro nível de ‘lixo’], que passou também de estável para positivo no passado dia 1 de Setembro".

"A melhoria da resiliência do crescimento económico de Portugal e a melhoria orçamental em curso no país também ajudarão a reforçar o perfil de crédito de ambas as regiões autónomas, atendendo à forte correlação entre o risco soberano e o risco sub-soberano", sublinhou a agência.


A Moody’s explica, no seu relatório, que esta alteração das perspectivas dos Açores e da Madeira reflecte uma diminuição da pressão sistémica após a melhoria do ‘outlook’ de Portugal.

"A base das receitas para ambas as regiões autónomas aumentará à medida que as melhores perspectivas económicas de médio prazo para o país se forem graduamente reflectindo numa maior receita fiscal partilhada e em crescentes transferências de dinheiros públicos para estes dois governos regionais de Portugal", sublinha o mesmo documento.

No entender da Moody’s, estes dois elementos ajudarão os esforços de ambas as regiões no sentido de reequilibrarem os seus orçamentos no futuro e, consequentemente, reduzirão as suas necessidades de financiamentos adicionais da dívida.

Além disso, apesar do seu estatuto autónomo, os ratings de ambas as regiões beneficiam da perspectiva da Moody’s de uma maior probabilidade de Madeira e Açores receberem apoio do governo central se tal for necessário. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub