Política Deputados do PSD sem convite para comemorações do 1.º de Dezembro

Deputados do PSD sem convite para comemorações do 1.º de Dezembro

Luís Montenegro, líder parlamentar do PSD, sublinhou que hoje em dia é muito fácil criticar a suspensão de feriados levada a cabo pelo Governo PSD/CDS-PP.
Deputados do PSD sem convite para comemorações do 1.º de Dezembro
Miguel Baltazar
Lusa 02 de dezembro de 2016 às 23:18

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro (na foto), afirmou esta sexta-feira que o seu grupo parlamentar não foi convidado para marcar presença na cerimónia de comemoração do 1.º de Dezembro, um dos feriados repostos pelo Governo Socialista de António Costa. "Não fomos convidados. O grupo parlamentar do PSD não recebeu nenhum convite", apontou.

 

À entrada para a sessão de tomada de posse dos órgãos concelhios do PSD de Vouzela, Luís Montenegro sublinhou que hoje em dia é muito fácil criticar a suspensão de feriados levada a cabo pelo Governo PSD/CDS-PP.

 

"É muito fácil criticar hoje, difícil era tomar opções em 2012", alegou, destacando que a reposição dos feriados estava prevista para o ano de 2017 e que o Governo socialista de António Costa apenas a antecipou um ano.

 

Aos jornalistas, Luís Montenegro frisou ainda que nunca pretenderam acabar com os feriados e que a decisão de suspensão dos feriados não foi tomada de ânimo leve.

 

"Fizemos isto porque fomos obrigados por um Memorando de Entendimento, assinado pelo Partido Socialista e que o PSD e o CDS/PP, quando foram para o Governo, se comprometeram a cumprir", acrescentou.

 

No entender do líder parlamentar do PSD, se hoje o país tem condições para a reposição dos feriados, "foi porque alguém fez o percurso de recuperação".

 

"Andamos de cara levantada na rua porque sabemos que fizemos o que o país precisava. Todos, incluindo o Presidente da República, para ser mais directo, deviam saber que em 2012 as opções que tomámos não foram de ânimo leve, nem essa", concluiu. 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 03.12.2016

Era(e) do conhecimento de todos que os radicais preferem o d.branca nu com a chincalhice a mostra(bamboar) do que terem Passos Coelho coberto de ouro,nao estava a espera de ver o mesmo desejo no HIPERgenesia sonhador de sonhos vagos.As x pergunte-me:porque fez o salgado capela semelhante asneira?

anonimo 03.12.2016

Previsível, que se pode esperar mais da Direita que não um amor incondicional ao Dinheiro e a Popularidade?

Anónimo 03.12.2016

Passos Coelho torna-se pouco inteligente se fizer a vontade ao HIPERTARADO a 20 deste mes.Ele juntamente com o anao SUBVENCIONISTA tornaram-se as celulas cancerosas dentro do partido.o hiper quer popularidade a custa de malhar dentro de casa,o anao e com o mesmo proposito para encher os bolsos.PALHA

pub