Impostos Deputados ignoram BCE e limitam dinheiro vivo a 3.000 euros
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Deputados ignoram BCE e limitam dinheiro vivo a 3.000 euros

O diploma que limita a 3.000 euros os pagamentos em dinheiro vivo será sujeito a votação final global esta quarta-feira, fazendo tábua rasa da maioria das críticas do BCE à medida. O diploma ainda tem de passar pelo crivo de Belém.  
A carregar o vídeo ...
Elisabete Miranda 19 de julho de 2017 às 00:01

O Parlamento pediu um parecer ao Banco Central Europeu (BCE) sobre o diploma que limita a 3.000 euros os pagamentos em dinheiro vivo mas acabou por não lhe dar ouvidos, levando-o esta quarta-feira a votação final global praticamente

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião14
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 18.07.2017

Mas, se ainda não foi votado, como é que limitam?

comentários mais recentes
Anónimo 19.07.2017

Tanta coisa com que se preocupar, estão preocupados com porcarias sem importância, não é por aqui que apanham as trafulhices, se as quiserem apanhar sabem muito bem como.

Corrupção do costume 19.07.2017

E não paguam com cartão para não poderem ser controlados. Assim é fácil desviar a massa para outro bolso.

Água Pura 19.07.2017

Boa medida se for só aplicada aos outros .recordo as medidas gloriosas do camara da Sócrates pensando que elas na se aplicavam a ele ....só que teve azar e está tudo a cair-lhe em cima

Anónimo 19.07.2017

Assim vai ser mais difícil escapar com os trocos da venda da comporta...

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub