Américas Desemprego desce nos EUA e Fed fica com luz verde para subir juros

Desemprego desce nos EUA e Fed fica com luz verde para subir juros

O mercado de trabalho nos Estados Unidos continua a dar sinais de força, deixando caminho aberto para a Reserva Federal subir os juros já em Dezembro.
Desemprego desce nos EUA e Fed fica com luz verde para subir juros
Bloomberg
Negócios com Bloomberg 04 de Novembro de 2016 às 12:55
A economia norte-americana criou 161 mil novos empregos no mês de Outubro, com a taxa de desemprego a recuar para 4,9% (menos uma décima do que em Setembro), anunciou o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos.
 
Os números de Outubro saíram ligeiramente abaixo do esperado pelos economistas (173 mil), mas os valores de Setembro também foram revistos em alta para um total de 191 mil novos empregos.
 
Estes dados do mercado de trabalho na maior economia do mundo deverão deixar caminho aberto para a Reserva Federal subir os juros pela primeira vez este ano. Além do aumento da criação de emprego e da descida da taxa de desemprego, os salários registaram em Outubro o maior aumento desde 2009, o que confirma a evolução saudável da economia norte-americana.
 
A probabilidade de uma subida de juros por parte da Fed em Dezembro aumentou para 78%, o que corresponde ao nível mais elevado desde Março, de acordo com os contratos futuros de obrigações, segundo a Bloomberg.
 
Vários responsáveis da autoridade monetária liderada por Yellen Janet (na foto) têm dito que está a chegar a altura de subir os juros nos EUA, com os indicadores económicos a revelarem robustez.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub