Emprego Desemprego em Espanha registou maior queda de sempre em 2016

Desemprego em Espanha registou maior queda de sempre em 2016

Ao longo do último ano o número total de desempregados em Espanha foi reduzido em 390.534 pessoas, a maior redução da história espanhola, de acordo com a imprensa espanhola.
Desemprego em Espanha registou maior queda de sempre em 2016
David Santiago 04 de janeiro de 2017 às 13:13

O mercado laboral espanhol teve um bom 2016. Ano em que o número de desempregados registou a maior queda da história, segundo mostram os dados da Segurança Social espanhola conhecidos esta quarta-feira, 4 de Janeiro.

 

Nos últimos 12 meses o mercado de trabalho espanhol assistiu a uma redução do número de desempregados de 390.534 pessoas (menos 9,54% desempregados do que no final de 2015), a maior de sempre, de acordo com a informação disponibilizada pelo Ministério do Emprego, sendo que em Dezembro o número de pessoas em idade activa sem emprego caiu em 86.849 pessoas.

 

Segundo os dados citados pelo El País, em 2016 foram ainda criados 540.655 novos postos de trabalho, número que é medido através das pessoas inscritas na Segurança Social e que configura o melhor registo da última década. Este número representa uma melhoria de 3,12% face à criação de empregos conseguida em 2015, ano em que tinha havido um aumento face a 2014 de 3,18%.

 

O El Mundo salienta ainda que apesar do total de 3,7 milhões de desempregados verificados no final de Dezembro, os dados são positivos tanto no que diz respeito à criação de emprego como à redução de desempregados.

 

Se a redução do desemprego em 2016 foi a maior de sempre, a tendência de redução do número de desempregados começa a consolidar-se, sublinha o El Mundo que elenca a evolução conseguida nos últimos anos: o número de desempregados caiu em 147 mil pessoas em 2013, 253 mil em 2014 e 354,203 em 2015.

 

Evolução que compara com os aumentos do desemprego verificados em 2010, 2011 e 2012, de 176.470, de 322.286 e de 426.364 pessoas, respectivamente. O Ministério do Desemprego destaca que nos últimos quatro anos o desemprego registou uma diminuição superior a 1 milhão de pessoas. 

Espanha mantém há já vários anos níveis de desemprego historicamente elevados, sendo que em 2013 a taxa de desemprego espanhola atingiu valores recorde au superar os 26%. Em Outubro, a taxa de desemprego das pessoas em idade activa com mais de 25 anos de idade estava fixada nos 17,4%.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
franpereira 04.01.2017

Ora bem isto aconteceu sem um governo eleito. CONCLUSÃO: OS GOVERNOS SÓ SERVEM PARA ATRAPALHAR.
É o que está a acontecer em Portugal. Há já me esquecia é para criar empregos públicos para nós pagarmos.

pub