Zona Euro Desemprego na Grécia cai para mínimos de 2012

Desemprego na Grécia cai para mínimos de 2012

Em Março, a taxa de desemprego na Grécia desceu para 22,5%, o valor mais baixo desde Fevereiro de 2012.
Desemprego na Grécia cai para mínimos de 2012
Bloomberg
Rita Faria 08 de junho de 2017 às 12:18

A taxa de desemprego na Grécia desceu, em Março, para o valor mais baixo dos últimos cinco anos.

De acordo com os dados revelados esta quinta-feira, 8 de Junho, pelo gabinete estatístico de Atenas, a taxa de desemprego desceu para 22,5% naquele mês, um mínimo de Fevereiro de 2012. Ao mesmo tempo, os números de Fevereiro deste ano foram revistos em baixa de 23,2% para 22,9%.

A taxa de desemprego na Grécia atingiu um pico de 27,9% no verão de 2013, não tendo, desde então, acompanhado a descida consistente registada nos restantes países da Zona Euro, onde o desemprego está no nível mais baixo desde 2009, nos 9,3%.

Contrariando a maioria das expectativas, a economia grega cresceu 0,4% no primeiro trimestre deste ano, evitando assim a recessão – dois trimestres consecutivos de contracção do PIB – depois da quebra de 1,2% registada nos últimos três meses do ano passado.

A subida do PIB de 0,4% ficou ligeiramente abaixo da média dos países da moeda única que, tal como revelou o Eurostat esta quinta-feira, cresceram 0,6% no período entre Janeiro e Março.

O Fundo Monetário Internacional e os ministros das Finanças da Zona Euro vão reunir-se na próxima semana para aprovar o desembolso da tranche de 6 mil milhões de euros, que evitará que a Grécia entre em incumprimento com os seus credores no final do verão.

 

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub