Finanças Públicas Desvio nas contas só pode tramar o governo em 2019
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Desvio nas contas só pode tramar o governo em 2019

A Comissão Europeia deverá hoje dar um aviso a Mário Centeno sobre a condução da política orçamental que poderá ser usado pelos que criticam os aumentos de despesa no Orçamento do Estado para 2018. Mas pressão a sério de Bruxelas não chegará antes de 2019.
Desvio nas contas só pode tramar o governo em 2019
Rui Peres Jorge 21 de novembro de 2017 às 23:10

A Comissão Europeia deverá classificar hoje o Orçamento português como estando em risco de incumprimento das regras do Pacto de Estabilidade e Crescimento no conjunto de 2017 e 2018, dando mais um argumento aos que criticam

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas

É sobejamente conhecido o número de países que estão a fazer efectivamente reformas tão profundas quanto acertadas ou não fossem esses países cada vez mais fortes socialmente e economicamente. Dos escandinavos aos da Oceania, dos da América do Norte ao Reino Unido e à Alemanha. E reformas neste contexto, entenda-se, implicam invariavelmente liberalização e flexibilização quase plena dos mercados de factores produtivos, de bens e de serviços. Promovendo um mercado saudável e funcional onde quer o pós-doutorado como o rapazola das Novas Oportunidades ganham consoante o valor que sabem criar, dadas as reais condições de oferta e procura de mercado face àquilo que têm para oferecer na economia, e não consoante a moldura legal que os torna mais ou menos imunes às forças de mercado no decorrer de toda uma carreira assente na mais pura extracção de valor sem qualquer pertinência, sentido ou justificação.

comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Conheço muitos arquitectos que já não arquitectam há bastante tempo. Coisas do mercado, feito de oferta e de procura.

Anónimo Há 2 semanas

É sobejamente conhecido o número de países que estão a fazer efectivamente reformas tão profundas quanto acertadas ou não fossem esses países cada vez mais fortes socialmente e economicamente. Dos escandinavos aos da Oceania, dos da América do Norte ao Reino Unido e à Alemanha. E reformas neste contexto, entenda-se, implicam invariavelmente liberalização e flexibilização quase plena dos mercados de factores produtivos, de bens e de serviços. Promovendo um mercado saudável e funcional onde quer o pós-doutorado como o rapazola das Novas Oportunidades ganham consoante o valor que sabem criar, dadas as reais condições de oferta e procura de mercado face àquilo que têm para oferecer na economia, e não consoante a moldura legal que os torna mais ou menos imunes às forças de mercado no decorrer de toda uma carreira assente na mais pura extracção de valor sem qualquer pertinência, sentido ou justificação.

Anónimo Há 2 semanas

Hoje fiquei admirado com o CV dos colaboradores de M. Félix.Em DR, vem a nomeação do subdiretor do tesouro e finanças.Segundo MF, possui as credenciais académicas e profissionais para o cargo.Académicas:licenciatura em arquitetura, profissionais: exerceu cargos em diversos cargos como arquiteto.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub