Economia Dez câmaras e dez resultados que marcaram a noite eleitoral autárquica
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Dez câmaras e dez resultados que marcaram a noite eleitoral autárquica

Lisboa foi notícia pela vitória de Medina, mas também pela pesada derrota de Teresa Leal Coelho. Na noite eleitoral ficou também a saber-se que Isaltino voltou a Oeiras e que o PS roubou câmaras históricas ao PCP.
Dez câmaras e dez resultados que marcaram a noite eleitoral autárquica
Bruno Simão/Negócios

Lisboa foi notícia pela vitória de Fernando Medina, mas também pela boa votação de Assunção Cristas e pela pesada derrota de Teresa Leal Coelho. Na noite eleitoral ficou também a saber-se que

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG 02.10.2017

Em Almada ganhou o PS com Inês de Medeiros à cabeça. Quantos eleitores que optaram por esta solução sabem quem é a Inês de Medeiros? Quais são as competências de Inês de Medeiros para dirigir uma qualquer Câmara Municipal e ainda mais uma com quase 200 mil residentes? Ainda por cima IM é artista e normalmente os artistas não têm pachorra para a burocracia e para questões administrativas.
Também não sei quem são os outros elementos da lista, mas, no caso de lá haver algum que tenha alguma competência para dirigir a CMA, sugiro à Inês Medeiros que vá à vida, renuncie e deixe subir outro elemento da lista que possa estar mais capacitado para a função. Eu não votei no PS porque acho que apresentar artistas caídos de para-quedas em si mesmo insultuoso para os eleitores. É tratá-los como débeis mentais que se deixam iludir por fogachos. E até deixam... Sugestão: a quem quiser disputar as eleições daqui a 4 anos, organize-se e comece já a trabalhar.

comentários mais recentes
Gaspar 02.10.2017

JCG, a IM é artista? E o anterior presidente era formado em medicina, tanto quanto julgo saber. Democracia é isto. Daqui a 4 anos mudar-se. Verdade que se corre o risco que temos com os governos, i.e. por mais que mudem, não há um bom em 40 anos mas isso...

JCG 02.10.2017

Em Almada ganhou o PS com Inês de Medeiros à cabeça. Quantos eleitores que optaram por esta solução sabem quem é a Inês de Medeiros? Quais são as competências de Inês de Medeiros para dirigir uma qualquer Câmara Municipal e ainda mais uma com quase 200 mil residentes? Ainda por cima IM é artista e normalmente os artistas não têm pachorra para a burocracia e para questões administrativas.
Também não sei quem são os outros elementos da lista, mas, no caso de lá haver algum que tenha alguma competência para dirigir a CMA, sugiro à Inês Medeiros que vá à vida, renuncie e deixe subir outro elemento da lista que possa estar mais capacitado para a função. Eu não votei no PS porque acho que apresentar artistas caídos de para-quedas em si mesmo insultuoso para os eleitores. É tratá-los como débeis mentais que se deixam iludir por fogachos. E até deixam... Sugestão: a quem quiser disputar as eleições daqui a 4 anos, organize-se e comece já a trabalhar.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub