Justiça Dezenas de buscas na PSP, Autoridade Rodoviária e IMT

Dezenas de buscas na PSP, Autoridade Rodoviária e IMT

Crimes de âmbito rodoviário estarão na base da operação desencadeada na manhã desta quarta-feira conduzida pela própria Polícia de Segurança Pública. De acordo com o Correio da Manhã, as rusgas incluem edifícios, domicílios e viaturas.
Dezenas de buscas na PSP, Autoridade Rodoviária e IMT
Miguel baltazar
Negócios 12 de Outubro de 2016 às 10:26
Três pessoas foram detidas esta quarta-feira, 12 de Outubro, numa operação levada a cabo pela Polícia de Segurança Pública em buscas em vários serviços públicos e privados perante suspeitas de corrupção envolvendo a alteração de dados relacionados com contra-ordenações de trânsito. 

As 31 buscas ordenadas pelo Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa decorreram no Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT), na Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), em instalações da própria PSP, concretamente a Divisão de Trânsito, num escritório de advogados e em instalações do Automóvel Clube de Portugal (ACP).

Em causa estão suspeitas da prática de crimes de corrupção activa e passiva, acesso ilegítimo, falsidade informática, favorecimento pessoal, denegação de justiça e prevaricação. Citando o porta-voz da direcção nacional da PSP, a SIC Notícias refere que um dos três detidos é um funcionário civil daquela Polícia.

À Lusa, a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa refere que os suspeitos se dedicavam, pelo menos desde 2015, a identificar condutores que tinham sido alvo de contraordenações através do acesso indevido a bases de dados informáticos relacionados com a gestão de autos.

Depois, a troco de dinheiro, eram obtidas decisões favoráveis aos condutores alvo de contraordenações de modo a eliminarem os dados do seu Registo Nacional de Condutores (RNC) ou a conseguirem segundas vias de cartas de condução.

As rusgas incluíram, além de edifícios, buscas também em domícilios e viaturas. Segundo a SIC Notícias, o edificio do IMT esteve encerrado e a maioria dos funcionários foi mandada para casa.

(Notícia actualizada às 17:51 com mais informação)



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Circo Há 2 semanas

Foi desta que apanharam os condutores dos políticos (que são bófias como estes) que andam a 200 na autoestrada e não pagam multas?

Camila Oliveira Há 2 semanas

Tanta busca para não ir ninguém preso...

Anónimo Há 2 semanas


PS . BE . PCP são uns PHILHOS DE PHU TA que xupam o sangue ao POVO...

para dar mais dinheiro e privilégios aos FP & CGA.

Victor Manuel Mdiniz Diniz Há 3 semanas

será só para portuga ver, se calhar é , quando chegar atribunal já era.

ver mais comentários
pub