Economia Dívida oculta da Madeira terá subido para 3,6 mil milhões de euros

Dívida oculta da Madeira terá subido para 3,6 mil milhões de euros

A dívida da Madeira pode já ter ultrapassado os 8 mil milhões de euros, depois da investigação do DCIAP ter detectado mais 2 mil milhões de euros ligados a negócios da construção civil.
Negócios 25 de Abril de 2012 às 10:32
A investigação ordenada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) detectou muitas facturas não reportadas, obras que foram feitas sem enquadramento orçamental, outras sem emissão de factura e derrapagens de milhões de euros.

Segundo o “Diário de Notícias”, a investigação coordenada pelo DCIAP descobriu mais 2 mil milhões de euros ligados a negócios da construção civil. Deste modo, somando os 1,6 mil milhões de euros detectados inicialmente, o montante da dívida oculta da Madeira poderá estar já nos 3,6 mil milhões de euros.

O jornal revela que nas contas da Madeira tudo está a ser passado a pente fino pelos peritos do DCIAP, sendo que o processo não começou ontem com as buscas ao edifício da ex-secretaria regional do equipamento social.

Quando o DCIAP contactou os construtores no âmbito da investigação iniciado no ano passado, estes terão aproveitado para colocar tudo sobre a mesa e enviaram cópias dos compromissos assumidos pelo executivo madeirense.




A sua opinião20
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mendonca 07.05.2012

É uma boa notícia para a Madeira: o Estado português deve devolver mais de 8 milhões de euros aos cofres da Região. As contas são do comissário europeu da política regional, em resposta a uma questão que lhe foi formalmente colocada nas últimas semanas pelo eurodeputado madeirense Nuno Teixeira. A Comissão não deixa grandes dúvidas: a Região tem a haver do Estado cerca de 8,1 milhões de euros por comparticipações regionais em projectos executados com fundos europeus.

http://www.nunoteixeira.eu/news_v.asp?id=3325&site=11

ahgiu 25.04.2012

O Sócrates é um imbecil.E este da mamadeira é outro!Não tentes lavar as responsabilidades desse bem falante que fugiu para Paris!

AFAS 25.04.2012


A PROCISSÃO AINDA VAI NO ADRO.

E O PSD ESTÁ NO SEU MELHOR !

A CULPA ? É DO SOCRATES TEM COSTAS LARGAS

hlxv 25.04.2012

O CRIME E CASTIGO??? NÃO SE APLICA A PORTUGAL????
ISTO É AFINAL UMA REPUBLICA DE BANANAS?????
OS "RESPONSÁVEIS" ROUBAM Á FARTAZANA O NOSSO DINHEIRO E FICAM IMPUNES???
ISTO É ABSOLUTAMENTE IMORAL! ENTÃO VAMOS TODOS ROUBAR POIS É OBVIO QUE NÃO SEREMOS PUNIDOS!!!!
NÃO É ESSE O EXAMPLO QUE VEM DE "CIMA" ?????
ISTO REVOLTA QUALQUER UM!!1 INCRIIIIIIIVEL
QUERO VER QUAL SERÁ A ATITUDE DESTE GOERNO FACE A ESTES ROUBOS QUE SUCESSIVAMENTE TÊM VINDO A DESCOBRIR!
ISTO É O ASSALTO AO BEM PUBLICO! OU NOSSO DINHEIRO!!!! ALGÚEM TEM QUE NOPS DEFENDER DESTA GATUNAGEM!!!OU TEREMOS QUE ENTRAR NUMA DE JUSTIÇA POR MAOS PRÓPRIAS????????????????????

ver mais comentários
pub