Dívida oculta da Madeira terá subido para 3,6 mil milhões de euros
25 Abril 2012, 10:32 por Jornal de Negócios Online | negocios@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
A dívida da Madeira pode já ter ultrapassado os 8 mil milhões de euros, depois da investigação do DCIAP ter detectado mais 2 mil milhões de euros ligados a negócios da construção civil.
A investigação ordenada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) detectou muitas facturas não reportadas, obras que foram feitas sem enquadramento orçamental, outras sem emissão de factura e derrapagens de milhões de euros.

Segundo o “Diário de Notícias”, a investigação coordenada pelo DCIAP descobriu mais 2 mil milhões de euros ligados a negócios da construção civil. Deste modo, somando os 1,6 mil milhões de euros detectados inicialmente, o montante da dívida oculta da Madeira poderá estar já nos 3,6 mil milhões de euros.

O jornal revela que nas contas da Madeira tudo está a ser passado a pente fino pelos peritos do DCIAP, sendo que o processo não começou ontem com as buscas ao edifício da ex-secretaria regional do equipamento social.

Quando o DCIAP contactou os construtores no âmbito da investigação iniciado no ano passado, estes terão aproveitado para colocar tudo sobre a mesa e enviaram cópias dos compromissos assumidos pelo executivo madeirense.

Enviar por email
Reportar erro
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: