Europa Dijsselbloem: Grécia deve esclarecer dúvidas antes de qualquer alívio da dívida

Dijsselbloem: Grécia deve esclarecer dúvidas antes de qualquer alívio da dívida

O presidente do Eurogrupo diz que o Governo de Alexis Tsipras tem de esclarecer algumas dúvidas antes da Europa poder avançar com um alívio à dívida grega.
Dijsselbloem: Grécia deve esclarecer dúvidas antes de qualquer alívio da dívida
Reuters
Lusa 24 de dezembro de 2016 às 18:10
O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, afirmou hoje que a Grécia tem de esclarecer algumas dúvidas, antes de qualquer decisão positiva sobre o alívio da dívida.

"Estou feliz por termos clarificado o caminho para o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) e avançar com os procedimentos para uma tomada de decisão, a curto prazo sobre a dívida [da Grécia]" afirma Dijsselbloem na rede social "twitter", referindo-se ao fundo de resgate no âmbito do MEE.

"Recebi uma carta na qual o meu colega grego reafirmou o seu compromisso com os acordos anteriores", acrescentou o ministro holandês das Finanças, Jeroen Dijsselbloem, que preside o grupo que reúne os 19 ministros da zona Euro.

A zona Euro suspendeu, no início deste mês, o alívio da dívida à Grécia depois do primeiro-ministro, Alexis Tsipras, ter reposto o 13.º mês a todas as pensões abaixo dos 850 euros, o que irritou a Alemanha, noticia a AFP.

Uma fonte da zona Euro disse à AFP que os ministros irão reunir em Janeiro e irão debater um possível alívio da dívida helénica.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz Há 3 semanas

A GRÉCIA É O EXEMPLO ACABADO ONDE IREMOS CHEGAR.......

A MANTER-SE ESTE DESGOVERNO

Ciifrão Há 3 semanas

Na praça pública somos todos moralistas, manifestamos todos boas intenções. Tudo muda de figura quando no começam a mexer no bolso.

Isilva Há 3 semanas

O que a merkel, ex-chefe de propaganda da juventude comunista da RDA, fez à Europa e, em especial, à Grécia deixa-me envergonhada e desolàda pela Europa que hoje têm a lata de nos apresentar.

Anónimo Há 3 semanas

NAZI !!!!

ver mais comentários
pub