Finanças Públicas Dívida pública desce pelo primeiro mês em 2017

Dívida pública desce pelo primeiro mês em 2017

Apesar da descida face ao mês anterior, o valor da pública em Maio é o segundo mais elevado de sempre.  
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 03 de julho de 2017 às 11:29

Depois do recorde fixado em Abril, a dívida pública portuguesa (medida pela óptica de Maastricht, a que interessa a Bruxelas) desceu ligeiramente em Maio.

 

De acordo com o Banco de Portugal, a dívida pública em Maio situou-se nos 274,274 mil milhões de euros, o que representa uma descida de cerca de 200 milhões de euros face a Abril.

 

Trata-se do primeiro mês este ano em que o valor da dívida pública baixou, depois quatro meses consecutivos em alta terem colocado o endividamento público pela primeira vez acima dos 274 mil milhões de euros.

 

Apesar do recuo ligeiro em Maio, o registo desse mês é o segundo mais elevado de sempre e representa um aumento de quase 10 mil milhões de euros face a Maio do ano passado.

 

Dado que Maio não é um mês de final de trimestre, o Banco de Portugal não revela o peso da dívida na economia. Em Março deste ano situava-se em 130,5%, abaixo do nível mais elevado de sempre (133,1% no terceiro trimestre de 2016) e um agravamento de duas décimas face ao registado no final de 2016 (130,3%). Tendo em conta a perspectiva de crescimento da economia portuguesa no segundo trimestre, é espectável que o peso da dívida no PIB recue no período entre Abril e Junho.

 

Segundo o Banco de Portugal, a descida ligeira da dívida pública em Maio "reflecte uma diminuição de empréstimos de 700 milhões de euros", que foi "parcialmente compensada por emissões líquidas de títulos de 500 milhões de euros".

 

Segundo a mesma fonte, os activos em depósitos da administração central reduziram-se em 600 milhões de euros, pelo que a dívida pública líquida aumentou 400 milhões de euros em relação ao mês anterior, ascendendo a 228,1 mil milhões de euros.




A sua opinião20
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 03.07.2017

Se comprares pás e picaretas e mandares metade dos portugueses esburacar as estradas todas e outra metade ir lá tapá-las a 150 euros à hora, o PIB ainda cresce mais este ano. Força dupla Costa-Centeno!

comentários mais recentes
Liberdade de Pensamento 04.07.2017

1) "Feira do Gado"
2) SMS (pagos pelo contribuinte) "secretos"
3) Pedrogao Grande
4) Tancos
5) Palma de Mallorca

Adeus Costa, ja vais tarde e nao deixas saudades

Rodas Nepervil 04.07.2017

PAPAGAIO CAMALEAO COMUNISTA:
1) Por mais escrevas, o numero de pessoas que influencias com a tua conversa é o mesmo: ZERO!
2) Com este governo, nao melhorou NADA. As melhorias foram ZERO! E por mais que tentes, nao conseguiras branquear a realidade. O Costa golpista falhou!
3) Pedrogao
4) Tancos

Anónimo 04.07.2017

È incrível, como existe tanta gentinha q se agarra as cores dos partidos e, ao invés, lute pela melhoria do País.
Independentemente de quem esta no governo, melhorou muito. Restituiu (conforme pode) o q foi roubado , mas não faz milagres. Temos de ter paciencia. Quem não gosta disto são PSP/CDS

Black Fraude 04.07.2017

Não dá para esconder a divida no Panamá?

ver mais comentários
pub