Política Donald Trump diz a líder norte-coreano que "tem de se portar bem"

Donald Trump diz a líder norte-coreano que "tem de se portar bem"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, advertiu esta segunda-feira o líder norte-coreano de que "tem de se portar bem", enquanto o vice-Presidente dos EUA avisou, na Coreia do Sul, que "terminou a era da paciência estratégica".  
Donald Trump diz a líder norte-coreano que "tem de se portar bem"
Reuters
Lusa 17 de abril de 2017 às 22:26

Prosseguindo com a troca de ameaças dos últimos dias, o vice-embaixador norte-coreano junto das Nações Unidas acusou os Estados Unidos de transformarem a península coreana no "ponto mais quente do mundo" e de criar uma "situação perigosa em que uma guerra termonuclear pode rebentar a qualquer momento".

 

A visita do vice-Presidente norte-americano à tensa Zona Desmilitarizada Coreana, que separa as Coreias do Norte e do Sul, marca o início de uma visita de dez dias de Mike Pence à Ásia, e pretende vincar a posição dos Estados Unidos.

 

Na deslocação à zona, Mike Pence fitou os soldados norte-coreanos de frente, através de uma fronteira marcada por arame farpado.

 

Enquanto Pence recebia informações dos militares perto da linha de demarcação, dois soldados norte-coreanos observavam-no, a uma curta distância, enquanto um deles tirava várias fotografias ao político norte-americano.

 

Pence disse aos jornalistas que o Presidente Donald Trump tem esperança que a China utilize a sua influência para pressionar o Norte a abandonar o programa de armamento, um dia depois de Pyongyang ter falhado uma tentativa de lançar um míssil.

 

No entanto, o vice-Presidente norte-americano demonstrou impaciência face à resistência do regime liderado por Kim Jong-Un para abandonar as armas nucleares e mísseis balísticos.

 

Recordando que já passaram 25 anos desde que Washington confrontou, pela primeira vez, a Coreia do Norte sobre as suas tentativas para construir armas nucleares, Pence comentou que se seguiu um período de paciência. "Mas a era da paciência estratégica acabou", declarou.

 

"O Presidente Trump deixou claro que a paciência dos Estados Unidos e dos nossos aliados nesta região se esgotou e nós queremos ver mudanças. Queremos ver a Coreia do Norte a abandonar o seu percurso imprudente no que toca às armas nucleares. Além disso, o seu uso contínuo de testes de mísseis balísticos é inaceitável", afirmou.

 

O próprio Presidente norte-americano reforçou a mesma mensagem, na Casa Branca. Quando questionado por um jornalista da CNN sobre que mensagem tem para Kim Jong-Un, Trump respondeu: "Tem de se portar bem". 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 17.04.2017

O porco norte-coreano está a desafiar tudo e todos! Ele é inamovível nas suas decisões e pela via do diálogo nada há a fazer, pelo que será perda de tempo obter comportamento de pessoa racional! O Secretário Geral da ONU não tomou posição pública sobre o assunto, estando por isso a perder algum crédito! Apenas os EUA, sul-coreanos e japoneses estão determinados a travar a loucura dum energúmeno irracional que mobiliza recursos para intuitos bélicos ao invés de serem destinados a matar a fome que grassa na população norte-coreana! Qual é a posição das restantes nações face à situação de perigo eminente? Será de esperar para ver? Penso que se estão a demitir de funções vitais na proteção dos seus compatriotas! Neste momento o planeta é um local inseguro onde todos vivemos!

comentários mais recentes
eleitor 19.04.2017

Ditadores psicopatas, estão a remanescer em quase todos os Países, o belicismo destes anormais não tem limites . Os filhos do Povo são carne para canhão enquanto os deles são preservados !

Anónimo 18.04.2017

Muito bem!
As armas nucleares são só para os americanos! Gente séria e responsável.
Grande Donald!

Anónimo 17.04.2017

O porco norte-coreano está a desafiar tudo e todos! Ele é inamovível nas suas decisões e pela via do diálogo nada há a fazer, pelo que será perda de tempo obter comportamento de pessoa racional! O Secretário Geral da ONU não tomou posição pública sobre o assunto, estando por isso a perder algum crédito! Apenas os EUA, sul-coreanos e japoneses estão determinados a travar a loucura dum energúmeno irracional que mobiliza recursos para intuitos bélicos ao invés de serem destinados a matar a fome que grassa na população norte-coreana! Qual é a posição das restantes nações face à situação de perigo eminente? Será de esperar para ver? Penso que se estão a demitir de funções vitais na proteção dos seus compatriotas! Neste momento o planeta é um local inseguro onde todos vivemos!

pub
pub
pub
pub