Política Monetária Draghi: Subida do euro é uma fonte de "incerteza"

Draghi: Subida do euro é uma fonte de "incerteza"

Mario Draghi garante que a recente volatilidade do euro terá que ser contemplada pela autoridade monetária europeia nas suas decisões futuras.
Draghi: Subida do euro é uma fonte de "incerteza"
Patrícia Abreu 07 de setembro de 2017 às 14:53

A recente valorização do euro é "uma fonte de incerteza que requer monitorização" por parte do Banco Central Europeu, adiantou Mario Draghi, na conferência de imprensa que se seguiu à decisão sobre a manutenção das taxas de juro na reunião de política monetária do BCE que terminou esta quinta-feira.


"A recente volatilidade da moeda representa uma fonte de incerteza que requer monitorização em relação às possíveis implicações para o ‘outlook’ de médio prazo para a estabilidade de preços", defendeu Mario Draghi, na conferência que teve lugar após a reunião do BCE.


O presidente da autoridade monetária europeia reiterou ao longo da sessão de perguntas e respostas de mais de uma hora por várias vezes o "factor de incerteza" introduzido pela valorização da moeda europeia, que tem estado a negociar em máximos de Janeiro de 2015, acima de 1,19 dólares. Draghi admitiu ainda que todos os membros do Conselho de Governadores consideram a volatilidade cambial um factor que terá que ser acompanhado.


"Vamos ter que levar em conta este elemento (a valorização do euro) nas nossas decisões futuras", disse Draghi, que adiantou que a instituição reviu em baixa as suas projecções para a inflação na Zona Euro, para incorporar a recente evolução cambial na região.


O presidente do BCE voltou a sublinhar o crescimento da economia europeia, que permanece sólida, mas voltou a assegurar que é necessário manter uma política monetária acomodatícia.


"Enquanto a expansão económica em curso fornece confiança que a inflação vai gradualmente aproximar-se de níveis em linha com o nosso objectivo de inflação", Draghi defendeu que ainda é necessária um grau de acomodação ao nível da política monetária para suportar a recuperação dos preços no euro.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub