Economia Durão Barroso enaltece espírito europeu de novo governo de coligação grego

Durão Barroso enaltece espírito europeu de novo governo de coligação grego

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, enalteceu hoje a composição do novo governo de coligação grego, demonstrativa de um "sinal claro da determinação" do país "para honrar os seus compromissos e permanecer na zona euro".
Lusa 21 de junho de 2012 às 15:27
"Estou ansioso para trabalhar novamente com o primeiro-ministro Samaras, que conheço há muitos anos e que sei que está comprometido com o projecto europeu", disse hoje Barroso em mensagem divulgada em Bruxelas.

A Comissão Europeia, sublinhou o seu presidente, "está com a Grécia e o seu povo".

"Continuaremos a trabalhar com as autoridades gregas para trazer de volta à Grécia o crescimento e a criação de emprego", lembrou Durão Barroso.

O governo de coligação grego, que integra três partidos, deve ser hoje empossado após a designação na quarta-feira do líder conservador Antonis Samaras para o cargo de primeiro-ministro.

A composição do novo executivo foi alvo de intensas negociações durante a tarde e a noite de quarta-feira entre os líderes políticos da nova aliança tripartidária, mas segundo fontes governamentais citadas pelas agências a nova equipa ministerial apenas será conhecida hoje.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Eca_de_Queiroz 21.06.2012

Será a este espírito Europeu que o nosso Maoísta de Estimação se refere?
(http://youtu.be/npU3g5YnD4A).

A questão que todos os Europeus se devem perguntar é: Compraria um carro em segunda mão a esta Comissão Europeia?

The Great Dictator 21.06.2012

Se o syriza tivesse ganho iria ser o cavalo troia para o fim do euro...assim com aquele coelho da cartola tirado dias antes das eleições dos 50 deputados extra para o partido vencedor a farra ainda continua. Agora nem sequer a ilusão de qualquer coisa irá mudar nos prox. tempos os Gregos têm, pois as caras são as mesmas. Porque continua o povo a participar nestes pseudo-atos eleitorais é uma incógnita.

Eca_de_Queiroz 21.06.2012

Por espírito Europeu o nosso Maoísta de estimação deve querer dizer espírito de Otários dispostos a pagar todos os impostos e mais alguns para sustentar a cáfila parasita dos Euroburocratas de luxo.

Ou será o espírito Europeu descrito por Vladimir Bukovsky, o mais famoso dissidente Soviético, mostra no seu video as semelhanças que existem entre a construção desta UE e a da ex-União Soviética.
“The European Union - the New Soviet Union?”
(http://youtu.be/bM2Ql3wOGcU)

Ou será o espírito Europeu demonstrado por todos os Europeus quando continuam a sustentar à cáfila de Euroburocratas de luxo da Comissão Europeia mesmo quando erraram a 100% em todas as suas previsões. Em contraste, o sr. Nigel Farage acertou a 100% em todas as previsões que fez sobre o Euro e a UE nos últimos anos. O que contrasta com as previsões da Comissão Europeia que foram 100% erradas.
“Nigel Farage Was Right!”
(http://youtu.be/Wb-MWoZKYmg)

Os funcinários públicos de luxo de Bruxelas têm salários e benefícios de luxo e não pagam impostos. O pessoal político como o nosso Maoísta de estimação ganham muitíssimo mais e têm ainda mais benefícios. (“Salary: Basic monthly Commission salaries range from around €2,300 per month for a newly recruited AST 1 official to around €16,000 per month for a top level AD 16 official with over 4 years of seniority.”)

Luis 21.06.2012

Este pateta do Barroso defende os politicos gregos dos partidos que são os grandes responsáveis pela situação trágica em que se encontram.Mais: que viciaram as contas e enganaram toda a gente.Muita hipocrisia reina em Bruxelas. Ai se o cinismo pagasse imposto...

ver mais comentários
pub