Negócios num minuto  É difícil despedir em Portugal?

É difícil despedir em Portugal?

Uma equipa da OCDE está esta quinta-feira em Lisboa para apresentar ao actual Governo um estudo sobre o mercado de trabalho, onde elogia o Governo anterior. A rigidez da Constituição é criticada e os trabalhos de Mário Centeno, enquanto académico, são metidos ao barulho. Elisabete Miranda, redactora principal, explica-lhe o que está em causa.
A carregar o vídeo ...
Negócios 19 de janeiro de 2017 às 14:36

A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Joao22 19.01.2017

Há anos atras era impossível a não ser a golpes de milhares de euros para no final mesmo com acordo assinado o empregado impugnar. Hoje, um pouquinho mais fácil mas não tardara a voltar a dificuldade porque o PS para manter o poder a uma certa altura cedara ao BE e PCP. Ai o crescimento sera de zero.

comentários mais recentes
asas 19.01.2017

Os parasitas ainda não estão satisfeitos é correr com essa gente.

Anónimo 19.01.2017

O Governo anterior era muito bom mesmo aquele governo tão bom tão bom que até as crianças desmaiavam nas escolas com fome,um governo tão bom mesmo que temos das mais altas taxas de pobreza de tão bom que esse governo era.

Joao22 19.01.2017

Há anos atras era impossível a não ser a golpes de milhares de euros para no final mesmo com acordo assinado o empregado impugnar. Hoje, um pouquinho mais fácil mas não tardara a voltar a dificuldade porque o PS para manter o poder a uma certa altura cedara ao BE e PCP. Ai o crescimento sera de zero.

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub