Política Eanes lembra como antigo Presidente lutou pela liberdade e democracia

Eanes lembra como antigo Presidente lutou pela liberdade e democracia

O ex-Presidente da República Ramalho Eanes recordou a forma como Mário Soares lutou em prol da liberdade e democracia, considerando que o antigo chefe de Estado irá ocupar um lugar de grande relevância na história de Portugal.
Eanes lembra como antigo Presidente lutou pela liberdade e democracia
Correio da Manhã
Lusa 08 de janeiro de 2017 às 18:25
"Pela acção de combate político determinado que desenvolveu em prol das liberdades e da democracia, primeiro, e depois da consolidação de uma democracia moderna, constitucional, pluralista, Mário Soares tem direito ao reconhecimento da pátria e tem obviamente o direito a ocupar um lugar de grande relevância na história no nosso país", afirmou Ramalho Eanes, numa declaração aos jornalistas.

Mário Soares morreu sábado, aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internado há 26 dias, desde 13 de Dezembro.

"A determinação, a coragem e a coerência foram sempre traços caraterísticos da acção política desenvolvida por Mário Soares", disse Ramalho Eanes, que antecedeu a Mário Soares no cargo de Presidente da República, entre 1976 e 1986.

Acção política que, num primeiro momento, foi desenvolvida em defesa das liberdades e da democracia, contra o regime salazarista e, depois, no "tempo de Abril", na "tumultuosa transição democrática", recordou.

"E, depois, de combate político democrático já na institucionalização e consolidação da democracia (...). Acção de primacial importância teve ainda na consolidação da democracia ao desenvolver uma acção política que nos permitiu entrar na então comunidade económica europeia", acrescentou Ramalho Eanes, que falava aos jornalistas no seu gabinete de trabalho, em Lisboa.

O Governo decretou três dias de luto nacional, a partir de segunda-feira.

Em 1986, ganhou as eleições presidenciais e foi Presidente da República durante dois mandatos, até 1996.





A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Nii Cunha 09.01.2017

https://youtu.be/If5uh4VJFS8

Carlos Ramos 08.01.2017

Chulos

Anónimo 08.01.2017

Mais 1 a pincelar a torto e a direito.Num apice o pais transformou-se num pais de pintadores.E q tal por toda esta borricada q para aqui dizem em desenhos animados,secalhar os cachopos perdiam o gosto pela televisao,e os paizinhos poupavam os tostoes na electricidade.Cenas mais horriveis.Enterrem-no

Alvaro Natividade 08.01.2017

Outro SENHOR.

Saber mais e Alertas
pub