Américas Economia norte-americana cresce abaixo do esperado no último trimestre de 2017

Economia norte-americana cresce abaixo do esperado no último trimestre de 2017

A economia dos Estados Unidos cresceu 2,6% nos últimos três meses do ano, um valor que fica abaixo do esperado pelo consenso dos economistas, que anteviam uma subida do PIB de 3%. No conjunto de 2017, a maior economia do mundo avançou 2,3%.
Economia norte-americana cresce abaixo do esperado no último trimestre de 2017
Lusa
Negócios 26 de janeiro de 2018 às 14:01

No quarto trimestre do ano passado, o crescimento económico dos Estados Unidos ficou aquém do esperado. De Outubro a Dezembro de 2017, o produto interno bruto (PIB) dos Estados Unidos avançou 2,6% face ao mesmo período do ano anterior de acordo com os dados do Departamento do Comércio, citados pela Bloomberg.

Este crescimento económico fica abaixo do estimado pelos economistas consultados pela Bloomberg, que anteviam uma expansão económica na casa dos 3%.

No terceiro trimestre do ano passado, o PIB americano cresceu 3,2%.

No quarto trimestre 2017, o consumo das famílias e o investimento foram os motores da expansão económica. O consumo aumentou 3,8% no trimestre, o melhor desempenho em mais de um ano. Já o investimento das empresas em equipamentos cresceu ao ritmo mais célere em três anos.

O desempenho destes dois indicadores não foi, contudo, suficiente para compensar o efeito do défice comercial do país: as importações cresceram a um ritmo duas vezes mais elevado do que o das exportações, de acordo com a Bloomberg.

Ainda assim, e de acordo com a mesma fonte, a evolução do investimento e do consumo indiciam uma dinâmica económica sólida para este início de ano.

"O desempenho da economia durante 2017 tem sido mais misto do que [um desempenho] esmagadoramente positivo", refere Stephen Stanley, da Amherst Pierpont Securities, numa nota publicada antes da divulgação dos dados e citada pela Bloomberg. "A dinâmica económica vai continuar forte e pode acelerar mais em 2018", rematou.

Em 2017, a economia norte-americana cresceu 2,3%, uma aceleração face aos 1,5% registados em 2016, de acordo com a Reuters. Os economistas esperam que o PIB dos EUA expanda para os 3% em 2018 impulsionado em parte pela desvalorização do dólar face a outras divisas, bem como pela subida dos preços do petróleo e pelo fortalecimento da economia mundial, adianta a mesma fonte.

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
General Ciresp 26.01.2018

Ja nascemos assim:a ambicao deixa-nos sempre insatisfeitos.Pensava eu q a economia era como o mar:desce no norte aumenta no Algarve ou vice versa.Trump encontra-se em Davos,espero q ele nao venha com a mesma ambicao com q foi para o medio oriente ou Asia.Em ambos encontrou muito PERNIL,ca e so osso.

pub